Os melhores produtos CBD que você deve tentar agora

Se você ainda não o fez, está prestes a começar a ver produtos com infusão de CBD em todos os lugares. E em todos os lugares, queremos dizer em compras diárias como água, ursinhos de goma, mordidas de coco e até mesmo mel.

Por que todo o hype?

CBD, ou canabidiol, é um composto natural extraído de cânhamo industrial e plantas de cannabis. As pessoas usam o CBD para melhorar uma miríade de problemas relacionados à saúde que incluem ansiedade, dor, distúrbios do sono, inflamação e náusea, embora a maioria dos produtos alimentícios não comercialize essas alegações de saúde porque elas exigem evidências suficientes e aprovação legalmente exigida pela FDA. Ao contrário do seu notável primo, o THC (tetrahidrocanabinol), que é mais frequentemente associado aos produtos de cannabis, o CBD não é psicoactivo e não fará com que os utilizadores se sintam “elevados”.

Além disso, ao contrário do THC, o CDB encontrado em alimentos e bebidas é provavelmente derivado do cânhamo, em oposição à cannabis: “A cannabis é colhida para os botões da planta, que contêm maiores quantidades de THC”, explica Preet Marwaha, especialista em saúde e bem-estar. e fundador da Blue Sky Biologicals. “O cânhamo industrial contém maiores quantidades de CBD e não contém THC suficiente para criar quaisquer efeitos psicoativos”, acrescenta.

Enquanto as pessoas na indústria do bem-estar usaram o CBD durante anos para administrar os sintomas, o composto está prestes a se tornar popular depois que o 2018 Farm Bill permitiu ao governo federal reconhecer plenamente o cânhamo industrial como um produto agrícola legal.

Com dezenas de novos produtos infundidos com CBD chegando ao mercado todos os meses e o fato de que ainda não há muito controle de qualidade no mercado, não será fácil encontrar os melhores produtos de CBD que valem o dinheiro. (E, como você verá, alguns desses produtos da CBD são um grande investimento.) É por isso que criamos uma lista de produtos CBD aprovados pela Eat This! -Com a ajuda de especialistas do setor. Como notamos abaixo, porque o THC é apenas legalmente recreativo em 10 dos 50 estados, decidimos excluir qualquer produto com as quantidades vestigiais de THC aceitáveis ​​pelo FDA (menos de 0,3%) da nossa lista dos melhores produtos CBD .

O que procuramos nos melhores produtos CBD.

Como ainda há uma área cinzenta com a eficácia do CBD para aliviar muitos problemas de saúde, nos certificamos de que cada alimento, bebida, lanche e tintura com infusão de CBD listados abaixo ainda se encaixem em nossa alta (sem trocadilhos) Coma isso, não aquilo! padrões nutricionais, para que você possa se sentir confortável em saber que cada produto ainda será bom para você.

Receba 5 brindes quando você se inscrever!

Veja, sinta e viva muito enquanto entra no caminho para uma saúde melhor com o novo Eat This, Not That! Revista.

Encontre um produto da CBD (ou dois…) que funcione para você abaixo e, se quiser encontrar suas próprias escolhas, saiba mais sobre o que procurar ao comprar um produto da CBD.

Os tipos de extratos de óleo e cânhamo CBD adicionados a alimentos e bebidas.

“A maioria dos produtos da CBD contém um extrato feito das partes aéreas da planta”, explica Brandon Beatty, CEO e fundador da Bluebird Botanicals. Antena que significa as folhas e flores, mas não o caule. Aqui estão os diferentes tipos de extrato que você verá nos seus produtos CBD.

Extratos de espectro total: “Extratos de espectro total contêm toda a matriz de mais de 80 canabinóides, incluindo o CBD”, diz Beatty. A menos que explicitamente indicado no rótulo, Beatty nos diz que a maioria dos extratos de cânhamo de espectro total no mercado terá algum THC, mas será inferior a 0,3% THC, por diretrizes federais. Os fabricantes de alimentos optam por um extrato de espectro total por causa de algo conhecido como “efeito de entourage”, que é o que acontece quando o CBD e o THC trabalham juntos. “Em essência”, começa Beatty, “toda a planta de cannabis é maior do que a soma de suas partes, então usar extratos de cânhamo de espectro total é a melhor maneira de maximizar os benefícios de saúde da CBD”. em 10 dos 50 estados, decidimos excluir qualquer produto com quantidades vestigiais de THC da nossa lista dos melhores produtos CBD.

Extratos de espectro total isentos de THCSe você está procurando evitar uma pequena quantidade de THC, você pode optar por este extrato de espectro completo sem THC. Embora você não consiga o “efeito entourage”, Beatty acrescenta que “o CBD ainda é eficaz por si só e muitos o preferem aos extratos de espectro total por uma variedade de razões”. Neste caso, o extrato da planta resulta em matriz de canabinóides e terpenos e, em seguida, THC é removido do extrato. Observe que a dosagem em miligramas que você vê em um rótulo não equivale diretamente a CBD. Por exemplo, 12,5 miligramas de extrato orgânico de cânhamo de espectro completo podem ter apenas 10 miligramas de CBD.

Extratos de amplo espectro: Isso é essencialmente a mesma coisa é extratos de espectro completo sem THC. Os óleos de cânhamo de amplo espectro são frequentemente extratos de plantas completas que contêm uma variedade de canabinóides (incluindo, mas não se limitando a CBD), mas absolutamente zero de THC com base em testes de laboratório de fabricantes ou de terceiros. Em alguns casos, o espectro amplo pode ser um isolado de CBD com adição de canabinóides e terpenos adicionais.

Isolados de CBD / óleo de CBD / óleo de cânhamo de alta potência: “Os produtos isolados usam um extrato de espectro total e retiram os componentes adicionais para deixar um canabinoide puro e isolado”, explica Beatty. A rotulagem fica um pouco confusa porque atualmente não há regulamentação para termos de CBD. Marwaha explica que um “óleo CBD” também pode se referir a uma “formulação à base de óleo que contém no mínimo CBD e às vezes pode conter outros fitocanabinóides.” Você terá que procurar rótulos como 99 por cento CBD se você quiser um alto – Óleo de CO2. “Óleos transportadores comuns usados ​​no óleo CBD incluem óleo de coco, óleo MCT, óleo de girassol e óleo de cânhamo.”

Uma nota sobre “óleo de cânhamo”: Você pode ter ouvido falar de óleo de semente de cânhamo ou óleo de cânhamo antes, mas saiba que isso não é o mesmo que o óleo CBD ou óleo de cânhamo de alta potência. O óleo de cânhamo “é o produto de sementes de cânhamo industrial prensadas que são cultivadas para conter vestígios de fitocanabinóides”, explica Marwaha. Ele acrescenta que o óleo de cânhamo terá pouco ou nenhum phytocannabinoids, incluindo CBD; no entanto, contém ácidos graxos ômega-3 e ômega-6.

Com que frequência você deve consumir produtos CBD?

“Embora a Bluebird não faça alegações de saúde sobre CBD ou cânhamo, você pode esperar que todos os produtos da CBD, incluindo a CBD, ajudem a promover e manter a homeostase dentro do corpo”, compartilha Beatty.

“Para garantir que você aproveite ao máximo seu produto, a consistência é fundamental. Todo mundo reage de maneira diferente ao CBD, por isso recomendamos fortemente que você tome a mesma quantia mais ou menos na mesma hora todos os dias durante várias semanas para avaliar adequadamente os efeitos em seu bem-estar. ”

Qual dosagem você deve procurar ao escolher um produto CBD?

“Nosso mantra favorito para contar aos novos usuários da CBD é começar baixo e ir devagar”, adverte Beatty. “Você pode achar que você só precisa de algumas gotas todos os dias para alcançar os efeitos desejados”, acrescenta ele.

Os melhores produtos da CBD para experimentar…

Recesso gengibre pêssego pode - produto cbd

Dosagem por lata: 10 mg de óleo de cânhamo de espectro total

Nutrição (por 12 fl oz): 15 calorias, 4 g de açúcar

A Recess sabe que os dias da semana podem ser difíceis, e é por isso que a marca de estilo de vida lançou a primeira água espumante com infusão de adaptogênio e CBD. O Recess vem em três sabores deliciosos – Peach Ginger, Blackberry Chai e Romã Hibiscus – que ajudarão a reduzir o vício da soda ao meio-fio. Além de CBD indutor de zen, cada lata de cor pastel é enriquecida com Schisandra berry, um adaptogen que reduz a inflamação e possui propriedades de alívio de estresse; ginseng, um adaptogen que ajuda você a se concentrar; e L-theanine, um aminoácido que promove o relaxamento sem sonolência, um estudo na revista Bebidas encontrado.

COMPRAR RECESSE AGORA

b resfriado óleo de cânhamo de mel cru - produto cbd

Dosagem por stick: 20 mg de óleo de cânhamo de alta potência

Nutrição: 23 calorias, 0 g de gordura, 0 g de sódio, 6 g de carboidratos (0 g de fibra, 6 g de açúcar), 0 g de proteína

O Beekeeper’s Naturals produz uma tonelada de produtos à base de abelhas nutritivas, desde o mel cru até o pólen de abelha e até mesmo um elixir cerebral enriquecido com geléia real – para que você saiba que o mel com infusão de CBD é um divisor de águas. O mel B.Chill é formulado com óleo de cânhamo de alta potência, que tem mais de 99% de CBD (e não se preocupa com outros fitocanabinóides), bem como MCTs para aumentar a biodisponibilidade. A marca diz que escolheu um extrato de cânhamo com alto teor de CBD “especificamente para os efeitos sinérgicos do CBD e do mel cru”. Além disso, a embalagem livre de BPA quebra na luz do sol, então você pode se sentir bem em apreciar este lanche ecológico.

COMECE OS NATURALIS DOS APICULTORES AGORA

não pum cbd gummies produtos

Dosagem por urso gummy: 10 mg de CBD

Não só a Not Pot garante que suas gomas são isentas de THC em seu nome, mas também revela que sua tecnologia proprietária preserva todos os fitocanabinóides enquanto elimina o THC em seu CBD derivado de cânhamo de espectro total. Como a linha vegan do Sunday Scaries, o Not Pot é 100% vegano. A marca dubla seu produto como um “abraço diário com sabor de morango para o seu sistema endocanabinóide”, para que você tenha uma pitada de doçura frutada com sua dose diária de frio.

LOJA NÃO POT

As pessoas da planta ficam cápsulas afiadas
Cortesia de pessoas de plantas

Dosagem por 1 cápsula: 15 mg de CBD de cânhamo orgânico

Embora os óleos das plantas tenham níveis de THC aprovados pelo FDA (menos de 0,3%), suas cápsulas são isentas de THC. Além do CBD, você encontrará 525 miligramas de uma mistura proprietária de ervas nessas cápsulas da Stay Sharp, que incluem “força clínica, ervas adaptogênicas e nootrópicos que suportam função cognitiva, memória, foco e saúde geral”.

LOJA DE PLANTA PESSOAS AGORA

produtos da bebida do cbd do mint matcha do plnt

Dosagem por frasco: 15 mg de espectro completo phytocannabinoid rico (PCR) cânhamo CBD

Nutrição (10 fl oz bottle): 60 calorias, 0 g de gordura (0 g de gordura saturada), 25 mg de sódio, 14 g de carboidratos (1 g de fibra, 10 g de açúcar), 1 g de proteína

Além de fornecer 15 miligramas de CBD por garrafa, a PLNT Blend oferece superalimentos adicionais, como chá matcha recheado com antioxidantes e extrato de menta com gosto de esmagamento. Você encontrará bebidas PLNT em dois outros sabores, incluindo abacaxi + camomila e açafrão + gengibre. As bebidas embalam em nove a 10 gramas de açúcar por garrafa, para que você possa saboreá-las sem culpa. Nós gostamos do sabor de hortelã + matcha porque também tem a quantidade certa de cafeína para despertar seu foco.

SHOP PLNT BLEND NOW

produtos de chocolate de leite gron cbd

Dosagem por quadrado: 10 mg de CBD

Nutrição (1 quadrado): 30 calorias, 2 g de gordura (1,2 g de gordura saturada), 0 mg de sódio, 2 g de carboidratos (0 g de fibra, 2 g de açúcar), 0 g de proteína

A Grӧn adquire o cacau de comércio justo por sua barra de chocolate com leite de 38%, suave e indulgente. Cada pequeno quadrado é embalado com 10 miligramas de CBD, por isso, se o canabidiol não lhe esfriar, o aveludado dessa barra de chocolate certamente ficará. Se você não é fã de chocolate ao leite e prefere o sabor forte do escuro, o Grӧn faz um bar de framboesa com chocolate amargo – e sua mais nova linha de praças artesanais apresenta uma deliciosa variedade de sabores, incluindo Texas Praline e Bourbon Vanilla.

COMPRAR GRÃ N AGORA

domingo scary vegan af gummies - produto cbd

Dosagem por urso gummy: 10 mg de CBD

Nutrição (1 gummy): 8,13 calorias, 0 g de gordura, 1,25 mg de sódio, 2 g de carboidratos (0 g de fibra, 1,38 g de açúcar), 0 g de proteína

A maioria dos gummies é feita com gelatina, então ficamos contentes em ver uma goma vegan de CBD no mercado. Cicatrizes de domingo A Vegan AF troca gelatina por xarope de milho em seus doces, que também apresenta o CBD de espectro completo, além de energizar a vitamina B12 e a vitamina D3, que estimula o sistema imunológico. O Sunday Scaries obtém seu CBD livre de pesticidas das fazendas americanas regulamentadas pela Farm Bill de 2018, considerando-o de alta qualidade. Fale sobre doces com benefícios!

SHOP DOMINGO SCARIES AGORA

highline premium cbd mastiga - produto cbd

Dosagem por urso gummy: 10 mg de óleo de cânhamo de espectro total

Nutrição (1 gummy): 11,5 calorias, 0 g de gordura, 12 mg de sódio, 2,7 g de carboidratos (0 g de fibra, 2,1 g de açúcar), 0,1 g de proteína[/nutrinfo-black]

O Highline Wellness continua super transparente sobre o seu produto CBD e divulga os resultados de testes de laboratórios de terceiros para garantir que você está comendo uma goma livre de THC de alta indução. Coloque um ou dois gummies antes de dormir para ter uma melhor noite de sono ou aproveite esses ursos coloridos antes da próxima reunião de trabalho.

COMPRAR BEM-ESTAR HIGHLINE

softgels cbdistillery softgels cbd - produto cbd

Dosagem por softgel: 30 mg CBD

Precisa de uma pílula fria? Se você não está procurando por algo saboroso e prefere estourar o CBD simples, os softgels da CBDistillery são para você. A CDB é proveniente de cânhamo industrial não cultivado nos Estados Unidos e é suspensa em óleo de coco e óleo de semente de cânhamo para garantir a máxima absorção. Assim como a Highline Wellness, a CBDistillery também divulga seus resultados de testes de laboratório, que indicam que as cápsulas de gel de silicone são totalmente livres de THC.

COMPRAR CBDISTILLERY

bluebird botanicals extrato de cânhamo thc free concentrada - cbd product

Dosagem por 0,5 ml (aprox. 15 gotas): 25+ mg de CBD

A Bluebird revela que, embora a maioria de seus produtos de espectro total contenha THC juntamente com CBD para promover o efeito entourage, essa tintura específica é livre de THC psicoativo.

COMPRAR BOTÂNICOS BLUEBIRD

soro de baunilha whey protein phytocannabinoids - produtos cbd

Dosagem por colher: 20 mg de extrato de óleo de cânhamo

Nutrição (1 colher): 140 calorias, 2 g de gordura (1,5 g de gordura saturada), 50 mg de sódio, 6 g de carboidratos (3 g de fibra, 2 g de açúcar), 20 g de proteína

O ReGenPCR combina uma mistura de proteína de soro de leite natural, com o óleo de cânhamo industrial mais avançado, de alta qualidade (rico em fitocanabinoide, também conhecido por PCR), contendo toda a entourage de Phytocannabinoids naturais, incluindo o Cannabidiol, originado no Colorado. Tentando abandonar laticínios? Não perca a nossa seleção das melhores proteínas veganas em pó.

LOJA WILLPOWER PRODUCTS AGORA

Receba 5 brindes quando você se inscrever!

Veja, sinta e viva muito enquanto entra no caminho para uma saúde melhor com o novo Eat This, Not That! Revista.

40 Foods Women Over 40 Need, de acordo com médicos

Os 40 anos de uma mulher podem ser um momento inesperadamente turbulento. Por um lado, seus hormônios estão enlouquecendo, de repente flutuando do jeito que fizeram em sua adolescência, e essa mudança aparentemente da noite para o dia pode levar seu corpo e sua mente a uma pirueta. Você pode notar os quilos subindo à medida que seu metabolismo começa a desacelerar, mais algumas dores ou dores aqui e ali, ou mudanças em seus padrões de sono que o deixam com um pouco menos de olhos brilhantes e rabo espesso. Infelizmente, este também é o momento da vida em que as mulheres podem experimentar seu primeiro contato com doenças crônicas – e perceber o quão importante sua saúde estará progredindo. E isso significa que as mulheres com mais de 40 anos precisam estar ainda mais atentas aos alimentos que estão comendo também.

Mas seus 40 anos não são todos desgraça e melancolia – eles exigem apenas um pequeno ajuste. Ao tomar conta de sua dieta e permanecer ativo, seus 40 anos podem ser uma das melhores décadas que existe – um momento para comemorar os avanços que você já fez em sua carreira, vida familiar, círculo de amigos e tudo mais que você já fez. edifício em seus 20 e 30 anos. Este é um ótimo momento para praticar um pouco de autocuidado extra também, começando com o modo como você nutre seu corpo.

É por isso que conversamos com sete médicos diferentes – incluindo especialistas em saúde da mulher, dermatologistas, obstetras / ginecologistas, urologistas e clínicos gerais – para levar até você os 40 principais alimentos que toda mulher com mais de 40 anos deveria estar comendo. sinta e olhe seu melhor absoluto.

Bon appetit, e aqui está a sua boa saúde!


Shutterstock

A maioria das pessoas pensa em doenças cardíacas como um problema de saúde dos homens, mas é notícia: é a principal causa de morte nos Estados Unidos para homens e mulheres. Dr. Hardik Soni, MD, um médico e diretor médico do Ethos Medical Spa, em Nova Jersey, recomenda que as mulheres incorporem peixes gordurosos ômega-3 em sua dieta para uma boa saúde do coração à medida que sua idade avança. Ele acrescenta que gorduras saudáveis ​​como as encontradas em salmão, arenque e cavala também ajudam a equilibrar os hormônios, que tendem a flutuar depois dos 40 anos em antecipação à menopausa.

Quinoa cozida
Shutterstock

A Dra. Sherry Ross, ou Dra. Sherry, como ela é mais conhecida, é uma especialista obstétrica e ginecologista premiada, e autora do livro. Sheology: Guia definitivo das mulheres para a saúde íntima. Período. Ao discutir seus principais alimentos para as mulheres, ela chamou a quinoa de “aquela que você gostaria de ter com você em uma ilha deserta”, devido aos seus benefícios nutricionais supercarregados. É muito maior em fibras do que a maioria dos outros grãos, rica em proteínas, contém todos os aminoácidos essenciais que seu corpo necessita e é rica em magnésio, ferro, ácido fólico e ácidos graxos ômega-3. Isso se traduz em um currículo impressionante de capacidades de prevenção de doenças, reduzindo o risco de pedras nos rins, doenças cardiovasculares, diabetes e até câncer.

Toranja
Shutterstock

A toranja não é apenas uma opção de café da manhã com alto teor nutritivo e baixo teor calórico, mas também uma das maneiras mais simples de obter o seu ácido fólico – um dos principais combatentes do estresse oxidativo. A Dra. Janette Nesheiwat, médica da família e de emergência e diretora médica do CityMD, recomenda adicioná-las à sua dieta, explicando que “elas são carregadas com vitamina C, potássio, vitamina B, zinco, manganês e muito mais. Eles também têm propriedades antioxidantes, que ajudam a combater a inflamação no corpo, podem ajudar a reduzir o colesterol e reduzir o risco de doenças cardíacas, câncer e demência ”. Eles também são amplamente considerados uma ferramenta útil para manter um metabolismo ativo à medida que você envelhece. .

Colher de manteiga de amendoim
Shutterstock

Procurando por um lanche rico em proteínas que irá mantê-lo cheio e dar-lhe um impulso de energia? A Dra. Janet Prystowsky, dermatologista de Nova York, recomenda comer amendoim e manteiga de amendoim se você for uma mulher com mais de 40 anos. “Fontes de proteína baseadas em plantas permitem diminuir o consumo de fontes de proteína animal, como carne vermelha. ,” ela diz. “Há evidências que sugerem que o consumo pesado de proteínas de origem animal aumentará o risco de câncer.” Apenas certifique-se de obter versões orgânicas sem adição de açúcares, para evitar as calorias extras, sem mencionar pesticidas e conservantes.

Torneira, enchendo, vidro água
Shutterstock

A hidratação é a chave à medida que envelhecemos, impactando todos os órgãos, células e tecidos de nossos corpos. É por isso que o Dr. Koushik Shaw, MD, que lidera a equipe do Austin Urology Institute, recomenda altamente a ingestão de 6 a 8 copos de água por dia, mais se você estiver malhando. “Você pode dizer se está obtendo o suficiente monitorando a cor da sua urina”, diz ele. “Deve ser amarelo claro. Amarelo escuro ou laranja é hiperconcentrado. Limpar significa que você está bebendo mais do que precisa e, basicamente, você está passando a água nesse ponto. Mas amarelo claro significa que você está adequadamente hidratado e seu corpo está recebendo o que precisa. “

suco de limão na tigela ao lado de limões em fatias
Shutterstock

Uma maneira de aumentar sua rotina de hidratação é adicionar suco de limão à sua água. Shaw explica que é uma adição simples, mas os benefícios para as mulheres com mais de 40 anos podem ser grandes. O suco de limão pode ajudar a quebrar os depósitos concentrados de cálcio, responsáveis ​​por cerca de 80% a 85% dos cálculos renais. Esta pode ser uma condição muito dolorosa, afetando todo o trato urinário, e o risco para as mulheres aumenta à medida que se aproximam dos 50 anos. Adquira o hábito agora para uma ótima saúde renal!

Brócolis em uma tábua de madeira
Shutterstock

O brócolis é um superalimento com uma série de benefícios para a sua saúde. Como explica o Dr. David Greuner, da NYC Surgical Associates, “As vitaminas e minerais nutritivos deste vegetal servem a muitos propósitos, incluindo defesa do sistema imunológico, redução dos sinais de envelhecimento relacionados ao estresse e menor risco de câncer nos seios, bexiga e estômago. ,” ele diz. Dr. Sherry concorda que é um alimento de primeira linha para mulheres na faixa dos 40 anos, notando que é rico em vitamina K e cálcio, ambos úteis para a saúde dos ossos das mulheres à medida que envelhecem.

verdes folhosos escuros de couve em peneira
Shutterstock

Verduras de folhas escuras como espinafre, couve, acelga e couve podem ser alguns dos alimentos mais nutritivos e potentes que as mulheres podem comer à medida que envelhecem. Esses vegetais são ricos em vitamina K, que ajuda a fortalecer os ossos e combater a osteoporose, fornecem antioxidantes que ajudam a prevenir o câncer e são ricos em vitamina C. Soni ressalta que além de suas contribuições mais amplas à boa saúde e à boa forma, as verduras também podem fornecer um benefício inesperado para muitas mulheres acima de 40 anos: “A vitamina C é essencial, pois pode ajudar o cérebro a formar dopamina”, explica ele. Isso ajuda a combater a depressão na perimenopausa, um sintoma comum que muitas mulheres enfrentam quando seus hormônios começam sua transição hormonal, a partir dos 40 anos.

Batata doce
Shutterstock

De acordo com Shaw, você pode encontrar em seus 40 anos que sua pele, cabelo e unhas precisam de um pouco de cuidado extra – e uma das melhores vitaminas para mantê-los fortes e saudáveis ​​é a vitamina B da biotina. O fígado é uma das poucas fontes de alimento com maior produção de biotina, mas também é uma venda mais difícil para muitas pessoas e, é claro, é fundamental comer alimentos de que você gosta para formar hábitos alimentares saudáveis ​​e sustentáveis. Batata-doce tem o benefício adicional de não apenas biotina, mas também ser rico em beta-caroteno (que tem importantes propriedades anti-inflamatórias), bem como vitamina C e magnésio.

Sementes de linho em uma colher de pau
Shutterstock

De acordo com a Dra. Cynthia Bailey, MD, uma dermatologista e CEO e fundadora da Dra. Cynthia Bailey Skin Care, as sementes de linho recém moídas são um superalimento antienvelhecimento que pode ter um efeito profundo em nossa pele e saúde em geral. Ela explica que eles devem seu sucesso a ter um dos maiores conteúdos de ômega-3 em qualquer alimento à base de plantas.

“Ácidos graxos ômega-3 foram mostrados para ajudar a manter a pele jovem, eliminando rugas, secura relacionada à idade e afinamento da pele. Eles também ajudam a pele a resistir aos danos causados ​​pelos raios UV ”, explica ela. E não é apenas a sua pele que se beneficia. “As sementes de linhaça são ricas em antioxidantes, vitaminas, minerais, fibras e lignanas vegetais necessárias para manter bactérias intestinais saudáveis ​​(microbioma). A quantidade de fibra no linho é significativa, ajudando com a regularidade também. Os ácidos graxos ômega-3 também ajudam a combater doenças cardíacas, inflamações e câncer. Eles são realmente um superalimento. ”

Chá verde em canecas
Shutterstock

O termo “radicais livres” pode parecer divertido, mas na verdade descreve moléculas instáveis ​​que danificam as células e podem levar ao estresse oxidativo. Um estudo sobre o tema explica que, como os radicais livres são um subproduto das funções normais do corpo, como a respiração, bem como fatores ambientais, “espera-se que as reações produzam mudanças adversas progressivas que se acumulam com a idade em todo o corpo”. como um complemento à sua rotina diária. “O chá verde tem muitos antioxidantes que podem ajudar a nos proteger dos radicais livres”, explica ele. “E se conseguirmos que os pacientes tomem chá verde em vez de café ou álcool, isso terá um efeito muito mais positivo”.

Bando de espargos
Shutterstock

De acordo com o Dr. Sherry, “sabemos que o desequilíbrio hormonal que acompanha a perimenopausa afeta o equilíbrio de nossos tratos gastrointestinais. À medida que envelhecemos, essa perturbação hormonal afeta o funcionamento dos intestinos. ”Por causa disso, ela explica, inchaço e inchaço não são incomuns em mulheres com mais de 40 anos.“ É semelhante à TPM, mas aumenta dez vezes quando chegamos à perimenopausa ”. ela diz. O Dr. Sherry recomenda a adição regular de espargos ao seu cardápio: sendo um diurético natural, pode ajudar a reverter esses sintomas desconfortáveis.

Abacate cortado ao meio
Charles Deluvio / Unsplash

Os abacates proporcionam uma série de benefícios à saúde à medida que você envelhece, e a Soni recomenda adicioná-los ao menu se você for uma mulher com mais de 40 anos. Comidos regularmente, estudos mostram que o abacate pode ajudar a regular os níveis de colesterol, melhorar a digestão, apoiar a saúde e a agilidade das articulações. promover a saúde ocular e boa visão, e manter um peso saudável. Não faz mal que eles também sejam ótimos para a sua pele, com antioxidantes que combatem os radicais livres que causam rugas e óleos que hidratam a pele de dentro para fora, proporcionando um brilho saudável.

Lentilhas
Shutterstock

Comer uma dieta rica em proteínas é uma ótima maneira de manter um peso saudável e massa muscular durante os 40 anos. Infelizmente, de acordo com Prystowsky, “há evidências que sugerem que o consumo pesado de proteínas de origem animal aumentará seu risco de câncer”. Sua solução? Comer mais lentilhas (assim como outras leguminosas e feijões) como uma alternativa rica em proteínas, baseada em vegetais, aos produtos de carne. Eles também fornecem o benefício de serem particularmente ricos em fibras e uma grande fonte de carboidratos complexos – ambos devem funcionar harmoniosamente com suas metas gerais de perda de peso ou manutenção de peso.

Par, elogios, vinho tinto
Shutterstock

Segundo Soni, beber vinho tinto pode elevar os níveis de estrogênio feminino, o que pode ajudar a equilibrar o declínio natural após os 40 anos. Estudos sugerem que esse benefício vem dos antioxidantes encontrados em sementes e peles de uva vermelha, e que beber um litro o vidro por dia pode ajudar a diminuir o risco de uma mulher desenvolver câncer de mama, em comparação com o consumo de vinho branco. Isso é uma ótima notícia, considerando que uma em cada oito mulheres vai combater o câncer de mama em sua vida.

Maçãs vermelhas maduras
Shutterstock

A diverticulite é rara em pessoas com menos de 40 anos, mas de acordo com a Harvard Health Publishing, um terço dos americanos desenvolvem a doença quando chegam aos 60 anos. Ela ocorre quando pequenas bolsas se formam dentro do trato digestivo de uma pessoa, tipicamente na parte inferior. parte do intestino grosso. O efeito no paciente? Desconforto abdominal e constipação. Shaw recomenda a ingestão de frutas como maçãs, que são ricas em fibras solúveis e pectina, o que pode amolecer as fezes para reduzir os desconfortáveis ​​surtos de diverticulite.

castanha-do-pará
Shutterstock

No topo da lista de alimentos saudáveis ​​da Soni para mulheres com mais de 40 anos, estão as nozes. Eles têm muitas gorduras poliinsaturadas e monoinsaturadas que podem ajudar a diminuir o LDL, ou “colesterol ruim”, que por sua vez pode ajudar a diminuir o risco de um ataque cardíaco. Embora um punhado de opções mais comuns, como nozes, amêndoas, pistaches ou castanhas de caju, produzam um lanche saudável e rico em proteínas, a Soni recomenda a castanha-do-brasil em particular. Estes contêm altos níveis de selênio antioxidante, o que pode ajudar na defesa contra doenças crônicas, incluindo doenças renais relacionadas à idade, doenças cardíacas e câncer.

Aveia com Amêndoas e Bagas
Shutterstock

À medida que as mulheres envelhecem, elas freqüentemente descobrem que as coisas que eles poderiam comer aos 20 e 30 anos de repente deixam-nas pesadas aos 40 anos. E muitas vezes, a reação automática é cortar todos os carboidratos em resposta. Shaw explica que, embora seja uma ótima idéia reduzir sua ingestão de carboidratos simples, os carboidratos complexos ainda são importantes para sua saúde e um componente sólido de um plano de emagrecimento na faixa dos 40 anos. A farinha de aveia rica em fibras é uma excelente fonte de hidratos de carbono complexos e de libertação lenta, para mantê-lo satisfeito durante mais tempo, evitando o inevitável choque de energia associado à ingestão de carbohidratos refinados ou à ausência de carboidratos.

Azeite de oliva em frasco de vidro
Shutterstock

O azeite de oliva surgiu muito enquanto conversava com os médicos sobre a dieta das mulheres após os 40 anos. “Todos nós usamos óleo para cozinhar, por isso deve ser óleo saudável sempre que possível”, diz o Dr. Sherry. “O azeite de oliva é antioxidante, probiótico e bom para o seu intestino.” Shaw concorda, acrescentando que o azeite de oliva era uma boa maneira de reduzir “as opções falsas e insalubres” como margarina e óleo vegetal. Ele observa que pode ser especialmente eficaz como parte de uma dieta de estilo mediterrâneo, que enfatiza alimentos à base de plantas, como frutas e legumes, nozes, legumes, gorduras saudáveis ​​e grãos integrais.

ovos marrons em meia caixa
Shutterstock

A sarcopenia é a condição de perder massa muscular à medida que envelhecemos, uma doença que deixa muitos idosos frágeis e vulneráveis ​​a lesões e desnutrição. Se você acha que 40 é jovem demais para se preocupar com essa condição, pense novamente: muitos de nós começam a perder massa muscular à medida que entramos em nossa quarta década, mas não percebem isso muito mais tarde, quando ela começa a afetar a qualidade de vida. Até lá, é difícil reverter os efeitos. É por isso que é essencial fazer exercícios regularmente e comer alimentos ricos em proteínas, como ovos, estudos esses que comprovadamente ajudam a construir músculos. Precisa de outro motivo para preparar sua omelete matinal? “Os ovos também são um alimento anti-rugas superior, contendo três aminoácidos pendentes: prolina, glicina e lisina”, diz Soni.

RELACIONADO: Seu guia para a dieta anti-inflamatória que cura seu intestino, retarda os sinais de envelhecimento e ajuda a perder peso.

Bulbos de alho e cravo
Shutterstock

É uma coisa boa que você pode jogar uma pitada de alho em praticamente qualquer refeição saborosa. De acordo com Greuner, “devido à reação química que tem sobre os glóbulos vermelhos, o alho é essencial para melhorar o fluxo sanguíneo e combater as infecções bacterianas e virais. Além disso, as vitaminas e os minerais do alho têm sido associados à redução da pressão arterial, do açúcar no sangue e do colesterol, tornando-se uma ferramenta ideal para a prevenção de doenças cardíacas quando chegam à meia-idade. ”Dr. Sherry afirma a recomendação, citando seus poderes como diurético natural. e sua capacidade subsequente de combater o inchaço e retenção de líquidos das mudanças hormonais selvagens dos seus 40 anos.

pele grelhada menos peitos de frango
Shutterstock

Comer peito de frango – idealmente sem a pele, por menos gordura saturada – é uma ótima maneira de aumentar o seu metabolismo e manter um peso saudável. “É uma queixa comum de pacientes do sexo feminino com mais de 40 anos que eles acham que ganham peso muito mais facilmente do que costumavam quando eram mais jovens”, compartilha Soni. “Esta é uma ocorrência natural, como os nossos músculos que carregam o metabolismo começam a perder peso após 30. O impulsionador do metabolismo número um disponível é proteína, mas as mulheres tendem a começar a comer menos do que a sua RDA de proteína à medida que envelhecem.” para incorporar peito de frango grelhado em praticamente qualquer refeição saborosa, dando-lhe a proteína magra impulsionar seu metabolismo precisa.

Vagem
Shutterstock

De acordo com Nesheiwat, uma das melhores maneiras de manter a boa saúde com a idade é comer montes de vegetais verdes. “Eles dizem que você é o que você come, e definitivamente há alguma verdade nisso”, diz ela. “Obtemos vitaminas e minerais essenciais através da nossa dieta – especialmente através de frutas e legumes.” Enquanto ela sugeria saladas folhosas, brócolis e muito mais, os feijões verdes estavam no topo da lista, explicando que eles são uma ótima comida para prevenir o cólon. Câncer. Isso é uma ótima notícia, considerando que os cânceres colorretais são a segunda principal causa de morte relacionada ao câncer nos Estados Unidos.

Sementes de Chia
Shutterstock

As sementes de chia são consideradas um “superalimento” com uma lista de benefícios para a saúde de uma milha, principalmente aqueles derivados de seu alto teor de ácidos graxos linoleicos ômega-3, cálcio, fibras, antioxidantes e proteínas. Eles embalam um soco nutricional importante sem serem densos em termos calóricos, ajudando os idosos a manter a densidade óssea, a função dos órgãos e a massa muscular, enquanto mantêm um peso saudável. Soni acrescenta que as mulheres com mais de 40 anos também podem perceber que as sementes de chia podem ajudar os sintomas da menopausa, incluindo um efeito estabilizador nas oscilações de humor!

Peru assado esculpido
Shutterstock

Como Shaw ressalta, as mulheres com mais de 40 anos podem começar a notar mudanças em seus hábitos de sono, registrando menos horas de descanso à medida que envelhecem. O triptofano encontrado na Turquia é um aminoácido que ajuda a formar a niacina da vitamina B e gera a serotonina. De acordo com a Fundação Nacional do Sono, isso pode contribuir para uma melhor noite de sono, especialmente se você unir seu peru com carboidratos complexos, que ajudam o triptofano a alcançar seu cérebro absorvendo outros aminoácidos do sangue.

soja não processada
Shutterstock

A soja está no centro da controvérsia nutricional há algum tempo. Detratores argumentam que, como as isoflavonas contidas na soja imitam o estrogênio, elas poderiam contribuir de maneira viável para o desenvolvimento do câncer de mama. Mas estudos sugerem que essas mesmas isoflavonas realmente retardam o crescimento de células de câncer de mama quando as mulheres consomem soja com moderação. Dr. Sherry recomenda comer soja não processada, incluindo soja e tempeh, explicando, “tudo depende do tipo de soja que você está consumindo. A soja não processada tem muito mais benefícios do que a soja processada: ela contém ácidos graxos ômega-3, proteína e fibra. Em sua forma natural, é uma boa ferramenta para a prevenção dietética do câncer de mama. ”Então, do que você deve ficar longe? “Leite de soja, queijo de soja e iogurte de soja seriam menos úteis – talvez até contraproducentes naquela forma processada”, diz ela.

Requeijão com pêssegos
Shutterstock

O requeijão é conhecido por ser uma excelente fonte de proteína e cálcio com baixo teor de gordura. Mas também oferece alguns benefícios menos conhecidos: é rico em selênio para reduzir o estresse oxidativo, riboflavina para quebrar os nutrientes em sua comida, fósforo para a saúde dos ossos e vitamina B12 para um sistema nervoso e circulatório saudável. Soni acrescenta que o queijo cottage também pode ser uma boa fonte de triptofano para um sono melhor, se você quiser reduzir os produtos de carne e pular o peru.

Smoothie de Berry
Shutterstock

Bagas – especialmente bagas escuras como amoras e mirtilos – são alguns dos melhores lanches anti-envelhecimento ao redor. Eles são embalados com flavonóis e antocianinas, que ajudam a proteger suas células e afastar doenças. Eles também estão cheios de antioxidantes, que estudos mostram que podem ajudar a retardar o processo de envelhecimento. Shaw recomenda a adição de bagas de goji, que têm o benefício adicional de reduzir o risco de doenças oculares relacionadas à idade, como o glaucoma. Se as bagas não fizerem parte de sua dieta regular, é hora de ativar o liquidificador.

pão integral de cereais
Shutterstock

Se você já descartou massa da sua dieta pós-40 por medo de ganhar peso, é hora de reconsiderar. O truque é apenas comprar o tipo certo e comê-lo com moderação. De acordo com a Greuner, as massas e cereais integrais podem ser uma parte muito eficaz do regime de perda de peso ou de manutenção do peso de uma mulher, e tem alguns benefícios adicionais para a nossa digestão. “À medida que envelhecemos, a saúde digestiva e os movimentos intestinais regulares se tornam cada vez mais relevantes, já que os idosos tendem a experimentar a constipação com mais frequência”, diz ele. “A ingestão de grãos ricos em fibras é crucial para evitar a constipação, bem como reduzir o ganho de peso e inchaço.”

variedade de carnes orgânicas
Shutterstock

Como Shaw ressalta, o que você não come causa tanto impacto na sua saúde quanto o que você come. Nós todos sabemos que a carne orgânica é melhor para você do que sua contraparte processada – e Shaw argumenta que é uma das áreas mais importantes para fazer uma escolha criteriosa de dieta. “Eu gostaria de ver pessoas comendo carnes mais limpas, se optassem por comer carne”, diz ele. “Carnes processadas não são apenas não orgânicas, elas usam antibióticos que alteram a flora intestinal, assim como hormônios de crescimento que são perigosos para o consumo.” Fornecedores também enchem carnes com conservantes de fosfato para mantê-las nas prateleiras por mais tempo, o que foi mostrado contribuir para várias doenças relacionadas à idade, incluindo doença renal, osteoporose e doenças cardíacas.

Chucrute
Shutterstock

Você sabia que apenas algumas mordidas diárias de chucrute poderiam mudar completamente sua saúde intestinal à medida que você envelhece? Acontece que ele está repleto de lactobacilos, uma bactéria saudável normalmente encontrada em seus tratos digestivo, genital e urinário. OK, então talvez isso não faça com que você queira adicioná-lo ao seu cardápio, mas de acordo com o Dr. Sherry, esse potencial probiótico vale bem a pena, com efeitos impressionantes em sua digestão. Essas bactérias “boas” ajudam a equilibrar os maus, e um intestino equilibrado é mais capaz de filtrar toxinas e resíduos. Chucrute não é sua coisa? Dr. Sherry recomenda tentar kimchi, pepino em conserva ou kefir como alternativas probióticas – especialmente se você estiver com mais de 40 doenças comuns, como a síndrome do intestino irritável ou colite.

Iogurte grego em tigela com colher
Shutterstock

A osteoporose é uma condição caracterizada por uma perda de densidade óssea ao longo do tempo, e deixa aqueles que sofrem com ela vulneráveis ​​à deterioração óssea e fraturas. Mas o que muitas mulheres não percebem é que elas são afetadas pela osteoporose em quatro vezes a taxa de homens, que tendem a ter uma densidade óssea maior para começar e cuja densidade óssea atinge um pico em uma idade mais avançada. É por isso que depois dos seus 30 anos quando ultrapassa a sua densidade máxima, torna-se de importância vital que as mulheres obtenham cálcio suficiente. Shaw recomenda o iogurte grego como uma grande fonte de cálcio, observando que também é rico em proteínas.

Chocolate escuro
Charisse Kenion / Unsplash

O material verde é importante, mas a boa saúde é mais do que apenas saladas de couve e brócolis. O chocolate escuro pode parecer um desperdício ou engano, mas na verdade tem uma série de benefícios para o nosso corpo – em particular, para o envelhecimento da nossa pele. De acordo com Greuner, “o chocolate amargo contém altos níveis de um composto chamado flavanol para ajudar a pele a parecer jovem. Este composto ajuda a pele não apenas a parecer mais suave e hidratada, mas também a proteger a pele dos danos causados ​​pelo sol. ”Mas antes de chegar ao corredor dos doces, certifique-se de fazer a seleção certa. “É importante escolher chocolate amargo com pelo menos 70% de cacau para garantir que os níveis de flavanol sejam altos o suficiente para experimentar seus benefícios”, explica ele.

Ervilhas com vagens
Shutterstock

Sua mãe sempre lhe disse para comer suas ervilhas – e, como de costume, sua mãe estava certa. Dr. Sherry nos diz que comer ervilhas verdes, bem como ervilhas ou sopa de ervilha, é uma ótima maneira de ficar regular passado 40, devido ao seu teor de fibras surpreendentemente alto: 7 gramas por xícara! “Não é apenas sentir-se confortável todos os dias (embora isso também seja importante)”, explica ela. “Comer ervilhas de alta fibra também pode reduzir o risco de câncer de cólon.” Um grande feito para um vegetal tão pequeno!

Cenouras de bebê no prato da bacia do serviço
Shutterstock

Procurando uma ótima maneira de manter sua pele saudável e bonita após 40 anos? De acordo com Bailey, as cenouras são sua melhor aposta – e a comida número um que ela recomenda para seus pacientes. “O betacaroteno é um precursor da vitamina A”, diz ela, “um nutriente crítico para a saúde da pele que também retarda o envelhecimento da pele. As propriedades antioxidantes do betacaroteno ajudam a defender a pele contra os danos dos radicais livres da exposição aos raios UV, estressores ambientais e radicais livres produzidos na pele devido ao funcionamento normal da pele. Em altas doses, o betacaroteno também fornece alguma fotoproteção (proteção solar) para a pele, mas não o suficiente para pular o protetor solar. ”E se é um brilho jovem que você procura, o Dr. Bailey nos garante que você não ficará desapontado. “Você recebe um bônus adicional de beta-caroteno porque aquece sua pele com um brilho saudável em poucos dias, e todos nós podemos usar isso. Este tom de pele de beta-caroteno quente tem sido cientificamente comprovado como mais atraente do que um bronzeado. ”

bok choy
Shutterstock

Bok choy é uma das verduras mais saudáveis ​​que você pode obter em suas mãos, especialmente à medida que envelhece. É uma das verduras mais ricas em cálcio, junto com sua prima, o repolho chinês – e, felizmente, ambas fazem deliciosas adições a um saudável leguminoso vegetariano. Dr. Sherry recomenda torná-los uma parte regular de sua dieta, observando que eles são bem conhecidos por apoiar a boa saúde óssea e cardiovascular.

forma de planta de grama de trigo tiro
Shutterstock

Procurando uma maneira saudável de começar o dia? De acordo com Greuner, o wheatgrass pode ser uma maneira livre de problemas para obter uma alta concentração de nutrientes de uma só vez – especialmente para mulheres acima de 40. “Esta bebida saudável contém vitaminas A, C e E para regular o açúcar no sangue adequadamente , que para muitas mulheres é a resposta a dores de cabeça, problemas de visão e infecções de pele ”, ele compartilha. “Além disso, esta adição dietética fácil demonstrou manter seus bebedores se sentindo jovens, protegendo contra artrite e inflamação relacionada das articulações.” Não sentir o sabor? Tente adicionar um tiro de wheatgrass a um smoothie com frutas como maçãs, peras ou abacaxis para um toque mais palatável.

Tomates da herança
Shutterstock

Se você pensa em tomates como o topper sanduíche, mole e fatiado servido em sua delicatessen local, você está perdendo a beleza (e se beneficiando) de comer tomates realmente ótimos. Não só os tomates da herança são tão ricos em sabor que você pode se inspirar para comê-los por conta própria com apenas uma pitada de sal – eles também vêm com uma série de benefícios para mulheres com mais de 40 anos. propriedades anti-inflamatórias, devido ao seu alto teor de licopeno antioxidante. Eles também podem fornecer vitamina C, fibra, potássio, beta-caroteno e biotina – tudo isso se traduz em melhor saúde do coração, resistência a danos na pele relacionados à idade e menor risco de câncer.

Nozes
Shutterstock

Precisa de um novo lanche para um rápido aumento de energia? Nozes oferecem uma opção de alta proteína que você pode facilmente levar com você em movimento. Dr. Sherry diz que os polifenóis encontrados nas nozes combatem a inflamação, uma condição que está na raiz de muitas doenças relacionadas à idade que afetam as mulheres, incluindo doenças cardíacas, Alzheimer, diabetes tipo 2 e câncer.

Mamão cortado ao meio
Shutterstock

Os mamões têm uma arma secreta pouco conhecida quando se trata da saúde das mulheres. De acordo com Greuner, que os recomenda, “os frutos de mamão são especialmente benéficos para as mulheres na faixa dos 40 anos ou mais. Suas vitaminas ajudam a estimular a produção de estrogênio, regulando o ciclo menstrual e reduzindo a dor das câimbras nas mulheres ”. Isso é particularmente útil em nossos 40 anos, já que os ciclos podem se tornar erráticos em antecipação à menopausa. “Semelhante a muitas outras frutas”, continua ele, “mamão também ajuda a pele a parecer jovem e reduzir a dor da artrite, mantendo a saúde das articulações.” Disse o suficiente, certo? Passe o mamão – e essas 39 outras comidas, mulheres com mais de 40 anos precisam estar comendo, por favor e obrigada!

Receba 5 brindes quando você se inscrever!

Veja, sinta e viva muito enquanto entra no caminho para uma saúde melhor com o novo Eat This, Not That! Revista.

39 alimentos que a idade que você mulheres acima de 40 devem evitar

Depois de acertar o grande 4-0, não é apenas o número de velas no seu bolo que significa que está a envelhecer, mas também a sensação de dor nas articulações e a incapacidade de cortar os últimos cinco quilos do enquadramento. Embora o envelhecimento ao contrário seja um milagre que todos gostaríamos de participar, há alguns ajustes que você pode fazer em sua dieta para ajudar a retardar o processo, como a eliminação de determinados alimentos que envelhecem.

Abaixo, reunimos os piores alimentos para comer se você tiver mais de 40 anos. Esses culpados sorrateiros são encontrados em muitos lares americanos e são responsáveis ​​pelas quantidades desnecessárias de açúcar, gordura saturada e sódio que consumimos diariamente.


Shutterstock

O material em pó que se dissolve em seu copo de Joe e o transforma de sombrio em cremoso contém alguns ingredientes inesperados. O aluminossilicato de sódio, que é adicionado ao creme como um agente antiaglomerante, também é encontrado em detergente e foi encontrado para causar irritações da pele, dos olhos e das vias respiratórias. Além disso, o Coffee Mate’s Original também contém óleo vegetal hidrogenado, que aumenta o teor de gordura saturada que prejudica o coração. Se você não é avessa a laticínios, é melhor obter gorduras saudáveis ​​com um pouco de creme de leite ou até mesmo optar por leite de nozes.

Café gelado
Cortesia da Shutterstock

A frase-chave aqui é “demais”. Enquanto nós gostamos de café por todos os seus benefícios antioxidantes, beber seis xícaras por dia é uma receita para o nervosismo e comprometimento da qualidade do sono. “À medida que envelhecemos, nossos ritmos circadianos mudam, assim como nossos hormônios, que podem nos tornar mais sensíveis à cafeína e afetar nossa capacidade de dormir profundamente”, diz Isabel Smith, RD.

Copo de refrigerante
Shutterstock

Todos nós sabemos que escolher refrigerante em vez de H2O é uma má decisão quando se trata de manter a saúde, mas por que o clássico é tão ruim? Estudos ligam o consumo regular de bebidas açucaradas a doenças cardíacas, e se isso não é alarmante o suficiente: Um estudo longitudinal acompanhou 80.000 mulheres ao longo de 22 anos e descobriu que aqueles que consumiam um dia de bebida açucarada (como Coca-Cola ou Pepsi) teve um risco 75% maior de desenvolver gota do que mulheres que raramente bebiam.

Barra de proteína de chocolate
Shutterstock

“Enquanto as pessoas mais jovens podem se safar pulando o café da manhã ou simplesmente comendo um cereal ou barra de amido, a pesquisa sugere que a ingestão de 20 a 30 gramas de proteína em cada refeição é ideal – especialmente à medida que envelhecemos”, disse Chris Mohr. nutricionista para o Cincinnati Bengals nos diz. Além disso, muitos desses bares comerciais esgueiram-se em uma tonelada de ingredientes desnecessários, como açúcares artificiais e óleo de palma inflamatório.

Cocktail de margarita de morango
Shutterstock

“É cada vez mais difícil conseguir uma boa noite de sono com álcool no seu sistema. Embora você tenha conseguido escapar com o mínimo de sono em seus 20 anos, esse não é o caso dos seus 30 anos ou mais. As noites sem dormir levam ao consumo de carboidratos e açúcar no dia seguinte, o que pode contribuir para um ganho de peso ainda maior ”, explica Martha McKittrick, RD.

Mulher derramando suco de laranja em um liquidificador
Shutterstock

À medida que envelhece, pode ser mais difícil perder os últimos quilos irritantes. Se você tem bebido o café da manhã com o seu café da manhã ou adicionando o material aos smoothies, o seu 40º pode ser o momento de largar o hábito no meio-fio. A frutose, o principal açúcar encontrado no suco de frutas, tem sido associada à gordura abdominal – o tipo perigoso de gordura que pode causar doenças metabólicas.

Muffin de farelo
Shutterstock

A menos que você esteja usando seus produtos caseiros com vegetais escondidos e trocando açúcar por stevia, evite ativamente esses doces. Bolinhos e bolinhos comprados em lojas fazem nossa lista de alimentos que envelhecem, porque eles podem conter um dia inteiro de açúcar adicionado – e os efeitos do doce no envelhecimento são bastante amargos. Um relatório em Clínicas em Dermatologia afirma que a glicose e a frutose podem comprometer o colágeno e a elastina que sustentam a elasticidade da sua pele, portanto, evitar assados ​​com adição de açúcares é uma maneira infalível de manter as rugas sob controle.

Salsicha e cachorro-quente na grelha
Shutterstock

Eles podem ser embalados com proteína e keto-friendly, mas carnes processadas podem causar estragos em sua saúde. Deli carnes, bacon e cachorro-quente geralmente contêm nitratos e nitritos causadores de câncer, bem como embalar em quantidades elevadas de sódio-spiking de pressão arterial. Um estudo de 2013 publicado na revista Rede europeia de citocinas descobriram que o nitrato de sódio aumenta o estresse oxidativo, que pode danificar o colágeno e a elastina que promovem a pele jovem.

manteiga alimentada com capim
Shutterstock

À medida que envelhece, aumenta o risco de doenças cardíacas. E enquanto espalhar uma colher de chá de manteiga salgada sobre torradas integrais de uma só vez não é prejudicial à saúde, carregar as receitas de frango com manteiga e passar manteiga nas panelas diariamente. Manteiga contém sete gramas de gordura saturada por colher de sopa e usando apenas duas colheres pode colocá-lo sobre seu limite diário de gordura.

Frango grelhado em frigideira de ferro fundido
Ivana Cajina / Unsplash

As carnes grelhadas são um item essencial no verão, mas você não deve fazer um churrasco semanal se estiver preocupado com sua saúde. Bifes escaldantes e outras proteínas em alta temperatura sobre uma chama aberta podem produzir aminas heterocíclicas (HCAs) e hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (PAHs). Estes produtos químicos foram encontrados para alterar o DNA e aumentar o risco de câncer.

Leite de soja
Shutterstock

À medida que envelhecemos, aumenta o risco de osteoporose, dando-lhe ainda mais motivos para cavar alimentos ricos em cálcio. Uma grande fonte do nutriente que fortalece os ossos é o leite e, se você optar pela variedade de amêndoas em relação aos laticínios, poderá estar se beneficiando dos benefícios reais do leite. Apenas um copo de leite de dois por cento contém cerca de 30% do seu valor diário de cálcio. Se você está evitando produtos lácteos, opte por um leite à base de amêndoa que seja enriquecido, como o Silk Almond e o Nutmilk Protein Caju.

Molho de soja de frango
Shutterstock

Claro, o teor alto de sódio no prato do General Tso é uma razão sólida para ficar longe da comida chinesa, o glutamato monossódico (MSG) deve estar no topo da sua lista. O aditivo alimentar intensificador de sabor tem sido associado a uma série de efeitos colaterais, incluindo dores de cabeça, rubor, formigamento ou queimação, dor no peito, náusea e fraqueza.

Doritos
Shutterstock

O que Doritos e takeout têm em comum? Ambos contêm MSG. Não só isso, mas os chips triangulares são coloridos com corantes artificiais, como Red 40 e Yellow 6, que foram ligados ao câncer. Ainda por cima, o favorito da lista também lista sabores artificiais em sua lista de ingredientes, mas não especifica quais.

pão branco
Shutterstock

Os grãos refinados foram despojados de fibra e outros nutrientes, a fim de tornar a cor branca e a textura do travesseiro. O pão Wonder é conhecido. No entanto, os grãos refinados e processados ​​também têm alto índice glicêmico, o que significa que eles causam um rápido aumento no açúcar no sangue – e, portanto, o consumo excessivo desses alimentos refinados pode levar a doenças metabólicas, como diabetes e obesidade. Para atender à sua ingestão diária de fibras saudáveis ​​para o intestino e nutrir seu corpo com os nutrientes de que precisa, pule os espaguete e os pãezinhos brancos e opte por preparar carboidratos como a massa de grão-de-bico Banza e o pão germinado.

Em n fora hambúrguer e batatas fritas
Ashley Green / Unsplash

As suas junções fast-food conseguem obter batatas fritas perfeitamente crocantes ao fritar as batatas em óleo que foi reutilizado repetidas vezes. Um estudo no Revista Canadense de Prática Dietética e Pesquisa descobriram que aquecer o óleo até o ponto de fumar durante a fritura pode diminuir a quantidade de ácidos graxos poliinsaturados por causa da degradação oxidativa. Essas são as gorduras saudáveis ​​para o coração que nutrem a pele e as articulações. Em vez de pegar um saco de batatas fritas no drive-thru, opte por assar o seu próprio em casa com um pincel de azeite e ervas frescas.

Rolo Califórnia
Shutterstock

O abacate e o pepino são bastante inócuos, mas a imitação de caranguejo do rolo californiano não é a proteína que você quer carregar. Imitação de caranguejo, ou krab, não é um crustáceo: o pseudo-marisco é na verdade uma mistura de peixe branco moído e outros enchimentos como trigo, clara de ovo e transglutaminase (também conhecida como cola de carne). Também contém frequentemente corantes alimentares nocivos que imitam o tom rosado do caranguejo real.

Iogurte com sabor
Shutterstock

Se você é um ávido leitor de Eat This, Not That! Você provavelmente sabe que os alimentos com baixo teor de gordura não são os melhores nem para sua cintura nem para sua saúde. Muitos alimentos aparentemente isentos de dieta que são rotulados com baixo teor de gordura esgueiram-se em açúcares adicionados para compensar a falta de sabor que resulta da remoção da gordura. E quando se trata de iogurte, que já contém açúcar natural na forma de lactose, você definitivamente não quer o doce extra adicionado. Para não mencionar, as gorduras encontradas em laticínios foram mostradas para mantê-lo satisfeito e emagrecer seu intestino.

Microondas
Shutterstock

O corredor do congelador é abastecido com jantares congelados apetitosos que tornam as jantares movimentados das noites da semana uma brisa, mas estes alimentos convenientes e baratos podem custar-lhe a sua saúde a longo prazo. Muitas dessas refeições são recheadas com sódio e conservantes e são desprovidas de fibra suficiente, o que ajudará a mantê-lo completo e menos propenso a fome da meia-noite.

RELACIONADO: Mais de 150 ideias de receitas que te deixam enxuto para a vida toda.

Panquecas e calda
Shutterstock

Preparar um lote de panquecas fofas para o café da manhã é um dos prazeres simples da vida, mas a calda que você escolhe para regar os seus hotcakes pode ser um problema de ortografia para sua barriga. Xaropes com sabor de bordo como Log Cabin e Aunt Jemima são feitos com xarope de milho rico em frutose, um açúcar que tem sido associado à síndrome metabólica, incluindo ganho de peso anormal, aumento de triglicérides e aumento da gordura visceral ao redor do intestino, descobriram os pesquisadores. Em vez disso, fique com xarope de bordo real, que contém minerais.

Bagas de creme chantilly
Shutterstock

Estamos olhando para você, Cool Whip! Como esses produtos não contêm creme como o ingrediente principal, as regulamentações governamentais proíbem as marcas de rotulá-las como chantilly. A próxima melhor coisa? “Cobertura chicoteada.” Esses impostores estão cheios de ingredientes incompletos, como óleo vegetal parcialmente hidrogenado e xarope de milho rico em frutose – dois culpados que sua dieta definitivamente poderia dispensar.

Queijo mergulho e tortilla chips
Twenty20

Por que ir para o material falso quando o queijo real é tão acessível? O queijo americano é um produto de queijo (geralmente conhecido como pasta de queijo processado pasteurizado) que é recheado com aditivos – como fosfatos e corantes – a ponto de conter menos de 51% do queijo real. E, se você der uma olhada no molho Suave e Cheesy de Tostito, verá que está escrito “queijo com sabor” no frasco. Estranho, certo? Da próxima vez que você pegar o sanduíche, considere trocá-lo por uma fatia de queijo de cabra, que demonstrou aumentar a absorção de ferro, melhorar a formação óssea e aumentar a biodisponibilidade de certos minerais mais eficientemente do que o leite de vaca. Journal of Dairy Science estudo encontrado.

Café com leite
Tim Wright / Unsplash

Desculpe os freqüentadores da Starbucks, mas aquele latte de baunilha magra diário pode ser a razão pela qual seus jeans skinny não estão escorregando confortavelmente. O xarope de baunilha sem açúcar da Sbux que bombeia para o café com leite magro é adoçado com sucralose, um açúcar artificial que aumentou o risco de desenvolver inflamação tecidual ao romper a microbiota intestinal, um estudo realizado Fronteiras na fisiologia revista descobriu, acrescentando que esta inflamação crônica pode causar obesidade e diabetes.

Sopa enlatada
Shutterstock

Uma boa parte das sopas enlatadas que se encontram nas prateleiras dos supermercados pode incluir meia-dia de sódio, além de aditivos, como o MSG, que aumenta o apetite. Em vez disso, opte por preparar sua própria sopa em casa com caldo de osso alimentado com capim e guarde as sobras para facilitar o uso. “Quando ingerimos caldo de osso, ele age como um Band-Aid intestinal, protegendo e curando o revestimento do trato digestivo que ajuda na digestão e nos ajuda a absorver nutrientes extras dos alimentos que ingerimos”, diz a nutricionista Lauren Slayton, MS, RD. . Para não mencionar, o caldo de osso é repleto de colágeno, o que ajuda a voltar o relógio em nossa pele.

Molho Jarred
Shutterstock

Para esclarecer, não estamos apostando que todas as marinaras no corredor de massas devem ser evitadas como a praga – apenas algumas. Molhos de massas processadas podem conter tomate ou pasta de tomate como o primeiro ingrediente, mas muitas vezes, esses sabotadores sorrateiros também contêm cargas de óleos inflamatórios, adição de açúcar e sal. E o molho alfredo não é exceção: o material branco cremoso pode conter cerca de 20 gramas de gordura por porção de meia xícara – uma quantidade excessiva para ingerir de uma só vez.

Maçãs e manteiga de amendoim
Shutterstock

Mães indiferentes não devem escolher Jif – se você está entrando no frasco ou espalhando-o no PB & J do seu filho. Além do amendoim, o pote vermelho contém melaço, óleos vegetais totalmente hidrogenados e mono e diglicerídeos – que adicionam mais gordura à propagação. A manteiga de amendoim pode ser uma propagação saudável e saciante se você escolher a certa. Nós gostamos da Maranatha e da Smucker’s Natural porque contêm dois ingredientes simples: amendoins embalados em proteínas e uma pitada de sal marinho.

Milkshake
Shutterstock

Derrubar um Milkshake de Massa de Biscoito de Chocolate de Baskin-Robbins e você devorará 42 Chips Ahoy cookies no valor de açúcar e quase meio quilo de calorias. Em vez disso, você pode fazer um shake de proteína em casa com suplementos saudáveis, como tâmaras, nibs de cacau e um rico pó de proteína que pode ajudá-lo a se sentir saciado sem acrescentar peso à sua cintura.

Mac n chese
Shutterstock

Mac e queijo provavelmente tem sido seu prazer culpado desde que você era uma criança, mas isso não significa que você deva continuar a se entregar. Muitas caixas comerciais contêm até 30 por cento de sua ingestão diária recomendada de sódio, bem como carboidratos vazios de açúcar no sangue provenientes das cascas brancas.

Café engarrafado
Shutterstock

Enquanto o java pode aumentar o seu metabolismo e dar-lhe a sacudida que você precisa para o ginásio, muitas variedades engarrafadas podem fazer exatamente o oposto. Tome sabores de caramelos frios com caramelo de amêndoa e amêndoa salgada do Gold Peak. Ambos contêm 270 calorias e 53 gramas de açúcar – o dobro da quantidade diária recomendada! O excesso de açúcar pode aumentar o risco de diabetes, causar estragos em seus hormônios e diminuir o colágeno.

Torradeira waffle
Shutterstock

Você pode tê-los desfrutado no café da manhã quando criança, mas não há razão para você colocar alguns Eggos ou tiras na torradeira a partir dos 40 anos. As refeições desprovidas de nutrientes quase não contêm qualquer fibra ou proteína de manutenção muscular para mantê-lo. cheio. Então, se você optar por se dedicar a eles para o café da manhã, você vai encontrar lanches para o escritório mais cedo do que pensa.

Mulher, bebendo, dieta, coque
Sean Locke fotografia / Shutterstock

Como regra geral, qualquer coisa que pareça boa demais para ser verdade provavelmente é. E o caso permanece para os adoçantes artificiais com zero caloria encontrados em bebidas sem açúcar, como Diet Coke e Diet Snapple. Pesquisadores da Universidade de Yale descobriram uma ligação entre o açúcar falso e um aumento do risco de obesidade e excesso de gordura na barriga. “Se bebidas com adoçantes artificiais são essenciais na sua dieta, é melhor largar o vício para manter a saúde e prevenir doenças durante o processo de envelhecimento”, diz a nutricionista Lisa Moskovitz.

Alimentos sem glúten
Shutterstock

A menos que você tenha sensibilidade ao glúten ou sofra de doença celíaca, não há razão para eliminar os produtos de trigo da sua dieta. Muitos grãos integrais contêm fibras, o que ajuda a eliminar toxinas, nivelar o nível de açúcar no sangue e mantê-lo regular. Esses grãos também contêm magnésio, o que ajuda a prevenir a osteoporose.

Filé de salmão selvagem
Caroline Attwood / Unsplash

Ao contrário dos peixes capturados na natureza, os peixes contêm níveis mais altos de ácidos graxos ômega-6 inflamatórios. Além disso, o salmão selvagem é naturalmente vermelho graças ao krill rico em astaxantina e ao camarão que eles alimentam. Como os salmões de criação não se alimentam desse composto que previne o câncer e o envelhecimento, os fabricantes são forçados a tingir o peixe artificialmente para comercializá-lo. Da próxima vez que você estiver no corredor de frutos do mar, opte pelo uso de produtos silvestres em detrimento da agricultura para obter benefícios anti-inflamatórios e outros benefícios saudáveis.

Shake proteico
Shutterstock

Claro, eles estão cheios de proteína e prometem mantê-lo satisfeito entre as refeições. No entanto, muitas garrafas estão cheias de aditivos artificiais, adição de açúcar, óleos hidrogenados, conservantes e mais calorias do que você normalmente come em uma refeição. Em outras palavras, esta combinação uma receita para ganho de peso.

Receba 5 brindes quando você se inscrever!

Veja, sinta e viva muito enquanto entra no caminho para uma saúde melhor com o novo Eat This, Not That! Revista.

100 alimentos mais saudáveis ​​do planeta

Não há nada de errado em voltar às suas comidas favoritas uma e outra vez – há uma razão pela qual você gosta de comê-las, afinal de contas. Mas quão bem você sabe exatamente o que está em sua comida? Aquele creme que você adiciona ao seu café todas as manhãs, a sopa de macarrão de galinha enlatada que lembra o que você comeu quando criança, as refeições congeladas bem servidas que você coloca no microondas quando não tem tempo para fazer o almoço, tudo parece inofensivo , mas esse não é o caso. Devido a fabricantes de alimentos e profissionais de marketing enganosos, até mesmo suas refeições “saudáveis” são preenchidas com gorduras insalubres, ingredientes artificiais e conservantes desnecessários que são perigosos para sua saúde.

Em uma missão para ajudar você a entender exatamente o que há em sua comida e o porquê de isso ser ruim, os pesquisadores da Eat This, Not That! reúna esta lista definitiva dos 100 alimentos mais insalubres do planeta – junto com trocas saudáveis ​​para cada um, para que você ainda possa desfrutar de suas comidas favoritas sem sacrifícios. Continue lendo para descobrir o melhor e o pior e, enquanto estiver fazendo isso, você também vai querer limpar sua geladeira das bebidas mais insalubres do planeta.

Ingredientes Não Saudáveis: Óleo de soja e canola

O problema com o creme de café? Não tem creme! Os três primeiros ingredientes listados nos populares cremes da Nestlé Coffee-Mate, por exemplo, são água, açúcar e soja e / ou óleo de canola. É isso que você quer adicionar à sua xícara de café da manhã? Cremes de café também podem ter aditivos sintéticos como mono e diglicerídeos.

Beba isso! Em vez de: O leite de vaca puro sempre contribui para uma adição saudável à sua xícara matinal, mas se você ainda estiver procurando por um toque de sabor, experimente um creme à base de vegetais para dar um toque especial na sua xícara de chocolate. Califa Farms tem toneladas de variedades, e esses creamers têm menos calorias e açúcar do que os típicos Coffee-Mate Creamers.

Ingrediente Insalubre: Produtos químicos branqueadores, como azodicarbonamida

Mesmo que o primeiro ingrediente do seu pão seja “farinha de trigo” – continue lendo. Se não menciona que é crus, provavelmente você está comendo um sanduíche com produtos químicos assustadores. Alguns fabricantes usam um ingrediente chamado azodicarbonamida, que você deve se lembrar é o aditivo “tapete de ioga” que o Subway uma vez usou de forma controversa. Este condicionador de massa de plástico é usado para fazer a massa de pão mais fofa. O CSPI concorda que você deve evitá-lo, citando evidências de que os produtos químicos azodicarbonamide quebrar em depois de assar são reconhecidos agentes cancerígenos.

Coma isso! Em vez de: Há muitas farinhas e pães integrais e integrais que não incluem produtos químicos branqueadores. Não apenas isso, mas eles são melhores para você de várias outras maneiras também. Vá com um desses 10 melhores pães de marca para perda de peso!

Ingrediente Insalubre: Fruta sem fibras, xarope de milho rico em frutose

É natural! O que pode estar errado? Bem, enquanto 100 por cento de suco de fruta é uma escolha melhor do que bebidas com xarope de milho rico em frutose como Sunny D, até mesmo o suco de uva Welch totalmente natural ainda embala até 36 gramas de açúcar por xícara ou sobre o que você obteria batendo quatro donuts Krispy Kreme no liquidificador. E embora esse açúcar seja natural, seu corpo trata da mesma maneira que qualquer outro açúcar. Além disso, a maior parte da doçura no suco vem da frutose, um tipo de açúcar associado ao desenvolvimento de tecido adiposo visceral em pessoas com sobrepeso – sim, isso é gordura da barriga -, de acordo com um estudo realizado no Reino Unido. Jornal de Investigação Clínica.

Beba isso! Em vez de: Basta adicionar frutas frescas fatiadas, como laranjas e toranja, à simples oliva H2O e resfriar.

RELACIONADO: O guia fácil para reduzir o açúcar está finalmente aqui.

Ingredientes Não Saudáveis: Coloração de caramelo, Bisfenol A (BPA), aspartame

O que cores artificiais, retardadores de chama e açúcares falsos que aumentam a largura da cintura têm em comum? Eles são ingredientes de todas as suas bebidas gaseificadas favoritas da dieta. Quase todos os refrigerantes dietéticos populares contêm aspartame, um adoçante artificial que foi inicialmente desenvolvido para ajudar na perda de peso, mas que recentemente descobriu o efeito oposto, elevando os níveis de glicose, sobrecarregando o fígado e fazendo com que o excesso se convertesse em gordura. para um estudo em Fisiologia Aplicada, Nutrição e Metabolismo.

Coma isso! Em vez de: Não há nada errado com um bom copo de água, mas se você está cansado de H2O simples, opte por um desses deliciosos chás de desintoxicação ou uma xícara de café.

Ingrediente Insalubre: Calor elevado, óleo inflamatório

Frango frito, lula frita, torresmo, filé de frango frito. Você nunca verá esses itens marcados como “Coma isso”. Além do alto teor de gordura e calorias, o principal problema desses alimentos fritos é que eles contêm altos níveis de produtos inflamatórios avançados para a glicação avançada, ou AGEs. Esses compostos se formam quando produtos derivados de animais são cozidos em altas temperaturas por um período prolongado de tempo. De acordo com uma revisão de 2015 publicada na revista Avanços na Nutrição, especialistas concluíram que “a exposição contínua [AGEs] gradualmente erode as defesas nativas, preparando o terreno para anormalmente altas [oxidative stress] e inflamação, os precursores da doença ”.

Coma isso! Em vez de: Felizmente, pesquisadores da Escola de Medicina Mount Sinai descobriram que quando as pessoas cortam alimentos com alto nível de AGE, como alimentos processados ​​e fritos, os marcadores de inflamação no corpo diminuem. Então, grelhe sempre que puder ou assar seus alimentos no forno.

salsicha grelhada

Ingredientes Não Saudáveis: Nitratos e nitritos, métodos de cozimento a altas temperaturas

As carnes processadas são as piores dos dois mundos. Eles normalmente são feitos de carnes vermelhas com alto teor de gorduras saturadas e contêm altos níveis de produtos finais de glicação avançada (AGEs): compostos inflamatórios que são criados quando essas carnes processadas são secas, defumadas e cozidas em altas temperaturas. Sem mencionar que os nitratos e nitritos em carnes curadas e naturais “não curadas” podem se transformar em nitrosaminas carcinogênicas quando expostas a altas temperaturas, de acordo com Ciência da carne. (E você normalmente está assando suas salsichas em uma grelha cintilante e bacon em uma frigideira, certo?)

Coma isso! Em vez de: Felizmente, os fabricantes têm um limite na quantidade de nitritos que usam e são necessários para adicionar antioxidantes, como a vitamina C, que uma revisão no Revista Americana de Nutrição Clínica encontrado ajuda a inibir a formação de nitrosaminas. Enquanto um estudo em Química Alimentar Embora os alimentos processados ​​tenham em média 80% menos nitritos do que antes, você pode tomar precauções extras para limitar sua exposição à nitrosamina comprando carnes não curadas que não usem nitritos – apenas sal – e tente reduzir o calor.

Ingredientes Não Saudáveis: Hidroxitolueno Butilado (BHT), Hidroxianisol Butilado (BHA), carboidratos refinados, adição de açúcar

Não há cobertura de açúcar: o açúcar causa estragos no corpo. Consumir muito do material branco pode levar à obesidade, que muitas vezes causa outros problemas de saúde, como diabetes e doenças cardíacas. E muitos cereais colocam mais açúcar em uma tigela do que você encontrará em um Boston Cream Donut! Para piorar, muitas variedades populares como flocos foscas e seixos frutados também são misturadas com butil-hidroxitolueno (BHT) ou BHA (butil-hidroxianisol), ingredientes que são proibidos no Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia, Japão e grande parte da Europa porque Eles são considerados cancerígenos. Você também vai querer conferir os 20 Piores Cereais “Saudáveis”.

Coma isso! Em vez de: As Fazendas em Cascata O Chocolate e o Caminho da Natureza Peanut Butter Panda Puffs são picaretas com pouco sabor e baixo teor de açúcar que não contêm nenhum produto químico assustador.

Ingredientes Não Saudáveis: Sódio, conservantes

Congelar os alimentos é uma ótima maneira de fazê-los durar mais tempo, então por que adicionar conservantes? Infelizmente, os fabricantes fazem; apenas testemunhar esta lista dos 67 piores alimentos congelados na América.

Coma isso! Em vez de: Opte por opções congeladas orgânicas, com baixo teor de sódio e baixo teor de açúcar. Estes 15 novos alimentos congelados saudáveis ​​que fazem limpo comer uma brisa estão entre as melhores opções.

Ingrediente Insalubre: Sódio

E aqui você pensou que diríamos o açúcar. E calorias. E gordura. E qualquer outra coisa. Embora isso seja verdade, e as sobremesas de restaurantes são perigosas porque as partes costumam ser superdimensionadas, é o conteúdo de sódio que muitas pessoas nem imaginam. Aquela aparência inocente, California Pizza Kitchen sobremesa você vê na foto acima tem um colossal 1,110 calorias, 73 gramas de gordura, 640 miligramas de sódio, 103 gramas de carboidratos e 64 gramas de açúcar. Check it out com seus outros amigos do mal sobre esta lista de 20 sobremesas de restaurante com mais sal do que um saco de pretzels.

Coma isso! Em vez de: Uma pequena colher de sorvete é uma maneira de baixo risco para satisfazer esse dente doce no final de uma refeição.

Ingrediente Insalubre: Açúcar (duh)

De acordo com o Pew Research Center, os americanos ingeriram mais de 90 gramas de açúcar por dia em 2014 – 40 gramas acima do recomendado pela FDA de 50 gramas por dia e 65 gramas acima do recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) de 25 gramas! O alto consumo de refinado de açúcar branco dos americanos tem sido associado a tudo, desde o aumento do risco de diabetes tipo 2 até doenças cardíacas e obesidade. Diga adeus aos açúcares adicionados – e adeus à sua barriga – com o Zero Sugar Diet!

Coma isso! Em vez de: Confira o nosso relatório Every Popular Added Sweetener — Ranked! para escolher uma alternativa inteligente, mas recomendamos reduzir a ingestão de adoçantes adicionados em geral.

Cobertura de cupcake

Ingredientes Não Saudáveis: Dióxido de titânio, cor caramelo, corantes artificiais, propilenoglicol

Aniversários são um tempo para celebrar. Algo que você não deveria celebrar? Sua cobertura sendo feita com produtos químicos. Muitos glacê de marca, como a Baunilha Clássica Caseira Clássica da Duncan Hines, são feitos com óleos de soja e algodão parcialmente hidrogenados. E apesar de serem brancas, muitas dessas coberturas são tintas com corantes potencialmente contaminados por carcinógenos (como cor de caramelo e dióxido de titânio) e cores artificiais. Por fim, o propilenoglicol em muitas receitas de glacê tem sido associado à má saúde renal pela pesquisa no Jornal Americano de Doenças Renais.

Coma isso! Em vez de: Geada saudável é tão fácil de fazer como é delicioso. Usando abacates e chocolate amargo, você pode criar uma geada semelhante à do creme de manteiga decadente, que leva apenas alguns segundos para ser preparada e é rica em flavonóis de cacau e gorduras monoinsaturadas, que podem reduzir o risco de doenças cardiovasculares.

xarope de panqueca

Ingredientes Não Saudáveis: Xarope de milho de alta frutose, coloração caramelo

Você encontrará isso em nossa lista de 20 alimentos que fingem ser algo que não são. Por quê? As famosas marcas de xarope como Aunt Jemima e Mrs. Butterworth são feitas com dois ingredientes que estamos constantemente pedindo aos leitores que evitem – xarope de milho rico em frutose e corante de caramelo contaminado por carcinógenos – e uma coisa que desejamos que eles realmente tenham: xarope de bordo verdadeiro .

Coma isso! Em vez de: O melhor xarope para a sua cintura é um xarope de bordo puro grau A Medium Amber. Porque o sabor é tão concentrado, um pouco vai longe, poupando calorias e açúcar. Para ainda mais formas de reduzir o granular branco, não perca estas 30 maneiras fáceis de deixar de comer muito açúcar.

Ingredientes Não Saudáveis: Fruta sem fibras

Manhãs ocupadas e cafés da manhã são praticamente sinônimos – assim, é fácil ver o apelo de smoothies comprados em lojas. Eles parecem ser a melhor maneira de conseguir o que você deseja em um aperto. Mas as bebidas que poupam tempo têm um lado negativo: comparadas com as bebidas feitas na hora, a maioria delas não tem boa nutrição e são tão calóricas e cheias de açúcar que seu açúcar no sangue com certeza aumentará vertiginosamente. Basta tomar Smoothie Blueberry de Naked's Pomegranate como exemplo: Embeber esta garrafa inteira irá enchê-lo com um gritante 61 gramas de açúcar e absolutamente zero de fibra. Certifique-se de evitar os piores “saudáveis” comprados na loja de sucos para manter sua cintura aparada.

Beba este lugar: Jogue pelo seguro misturando um Smooth Smoothie caseiro em casa!

Ingredientes Não Saudáveis: Temperatura elevada

Grelhar é incrível, mas você tem que assistir seu char! Quando você faz carnes, algo chamado aminas heterocíclicas, ou HCAs, se desenvolve quando a creatina, os açúcares e os aminoácidos da carne reagem às altas temperaturas da sua grelha. Vários estudos publicados associaram os ACS ao risco aumentado de cânceres colorretal, pancreático, de mama e de próstata.

Coma isso! Em vez de: Para cortar seu risco, apimentar! A adição de extratos de especiarias ricos em antioxidantes, como o alecrim, a rissóis de carne antes de grelhar pode reduzir a produção de HCAs em até 90%, de acordo com um estudo publicado no Revista de Ciência Alimentar. Outra maneira de reduzir seu risco? Abaixe o fogo, já que a carne queimada contém concentrações mais altas de HCAs.

Ingredientes Não Saudáveis: Ftalatos

Você pode não saber como pronunciá-lo, mas deve saber quais são os ftalatos (thāl-ates). Isso é porque muitos de nós estão inconscientemente comendo essa classe de toxinas químicas que destroem o sistema endócrino. Semelhante ao BPA, os ftalatos são usados ​​em invólucros e embalagens plásticas de alimentos e bebidas – e eles não ficam lá. Em 2016, um Perspectivas de Saúde Ambiental Um estudo descobriu que as pessoas que comiam fast food frequentemente tinham níveis de compostos de ftalato mais dependentes da dose do que comedores infreqüentes. E isso é apenas o começo de más notícias para os amantes do café da manhã durante todo o dia, já que um estudo separado publicado Ciência Ambiental e Tecnologia encontrou ftalatos para ser associado com o marcador CRP de inflamação, e outro estudo em Saúde Ambiental conectou maior exposição a ftalatos com síndrome metabólica, uma doença também comumente associada a níveis aumentados de inflamação e ganho de peso.

Coma isso! Em vez de: O nosso melhor conselho é reduzir as suas viagens para locais de fast food, e talvez olhar para restaurantes fast-casual em vez disso, pois estes estabelecimentos usam embalagens com menos frequência. Nosso melhor conselho? Pule a viagem, se puder, e experimente estas 20 Receitas Caseiras e Saudáveis ​​de “Fast Food”.

Ingrediente Insalubre: Sacarose, glicose, cafeína

Podemos apenas imaginar o número de queimadores quebrados de Bunsen necessários para criar a fórmula de bebida energética agora familiar. Essas bebidas de sabor medicinal são simplesmente coquetéis químicos superfaturados com o teor de cafeína de uma xícara forte de café e muito açúcar (ou adoçantes artificiais assustadores). É por isso que você deve se preocupar: um estudo da Universidade de Maryland descobriu que bebidas energéticas são 11% mais corrosivas para os dentes do que o refrigerante comum. Gross, certo? Outra descoberta inquietante veio de um estudo de caso de um operário de 50 anos de idade; ter muitas bebidas energéticas pode destruir o seu fígado. O relatório, publicado em Relatórios de caso do BMJ em 2016, descobriu que o homem desenvolveu hepatite aguda após consumir de quatro a cinco bebidas energéticas todos os dias ao longo de três semanas.

Beba isso em vez disso: Chá verde – é natural e um dos melhores impulsionadores de energia. Há uma razão para os membros do painel perderem até 10 libras bebendo chá por uma semana com o 7-Day Flat-Belly Tea Cleanse!

Ingredientes Não Saudáveis: BHA e BHT

O uso de massa de torta pré-confeccionada pode economizar um pouco do tempo de cozimento, mas o que está nas prateleiras da loja não é saudável para você. Marcas populares como a crosta de torta refrigerada da Pillsbury contém BHA e BHT, dois conservantes que você deseja evitar.

Coma isso! Em vez de: Certifique-se de que sua lista de ingredientes esteja livre desses conservantes. Uma crosta que aprovamos é a versão do Trader Joe! Descubra nossos outros produtos favoritos da TJ em nosso guia exclusivo: os produtos da Best New Trader Joe para perda de peso.

Ingredientes Não Saudáveis: Arsênico

Apesar dos inúmeros benefícios para a saúde do arroz integral – que incluem fibras que retardam a digestão e selênio impulsionador do metabolismo -, há uma razão pela qual você pode considerar o grão branco sobre os níveis marrons: arsênico. Análises recentes conduzidas pela Food and Drug Administration descobriram que o arsênico está aparecendo em taxas alarmantes em nosso amado arroz integral. Não só o arsênico é conhecido como carcinógeno, mas a exposição prolongada a altos níveis de arsênico também está associada a taxas mais altas de câncer de pele, bexiga e pulmão, bem como doenças cardíacas, de acordo com a FDA. Como o arsênico penetra nas camadas mais externas do grão, ele permanece no arroz integral rico em fibras, mas não no arroz branco polido.

Coma isso! Em vez de: Isabel Smith, MS, RD, CDN, nutricionista e fundadora da Isabel Smith Nutrition, concorda que os níveis de arsênico no arroz são preocupantes, mas assegura que os riscos podem ser facilmente reduzidos pela variação de todos os grãos e amidos que consumimos.

Ingrediente Insalubre: Sódio, açúcar

Fazer biscoitos do zero pode levar uma eternidade, mas a maioria das variedades embaladas de bagels e muffins é repleta de sódio e açúcar, um golpe duplo que é ruim para sua cintura e para sua saúde geral.

Coma isso! Em vez de: Os “cantos e recantos” de Thomas têm baixo teor de açúcar, mas ainda têm uma contagem bastante alta de sódio, então ter apenas uma metade de cada vez você pode enfeitar com manteiga e amoras amassadas não é um compromisso muito ruim.

Molho de churrasco
Shutterstock

Ingrediente Insalubre: Xarope de milho com alto teor de frutose

Molho de churrasco pode ser o condimento de escolha para pessoas que amam algo fumado e doce, mas pode causar danos à sua cintura. A maioria dos molhos de churrasco engarrafados é embalada com toneladas de açúcar adicionado e variações de açúcar. Tome o Molho de Barbecue Doce da Sweet Baby Ray – não só ele tem 15 gramas de açúcar em apenas duas colheres de sopa, mas o primeiro ingrediente listado é o xarope de milho com alto teor de frutose. O HFCS tem sido associado a um risco aumentado de doença cardíaca, de acordo com um estudo Revista Americana de Nutrição Clínica. Também feito com xarope de milho e açúcar, este molho é o equivalente a despejar quase quatro pacotes de açúcar no seu frango ou salsicha.

Coma isso! Em vez de: Se você precisar de um condimento para seu cachorro-quente ou pirralho, opte por mostarda. É super baixa em apenas 3 calorias por colher de chá, e tem um sabor saboroso. Se vocês devo Tem molho barbecue, faça você mesmo uma versão de baixo teor de açúcar com um pouco de pasta de tomate, vinagre, molho Worcestershire, fumo líquido e especiarias.

Ingredientes Não Saudáveis: Polissorbato 80

Quando você está perdendo leite cremoso, os fabricantes recorrem ao laboratório de química para compensar a falta de sabor e textura. Um aditivo – polissorbato 80 (P80) – ajuda a dar ao sorvete de dieta uma textura cremosa e uma longa vida útil, mas prejudica a saúde. Pesquisadores da Universidade Estadual da Geórgia já haviam ligado o emulsionante com inflamação de baixo grau no intestino. Não é um bom sinal. Você encontrará esse aditivo na Receita Turquia Hill Light, Vanilla Bean.

Coma isso! Em vez de: Para encontrar nossos sorvetes de baixa calibração aprovados, não perca 37 Diet Ice Creams — Ranked !.

Ingredientes Não Saudáveis: Açúcar, corantes artificiais

Quem inventou o Gatorade Dunk – a tradição na qual equipes esportivas vencedoras despejam refrigeradores do material em seus treinadores – estava realmente ligado em alguma coisa. Uma varredura do rótulo nutricional e está claro: a bebida esportiva é melhor se infiltrar nos bastidores do que no seu estômago. Claro, ele fornece eletrólitos críticos pós-treino, como sódio e potássio, mas também serve uma grande quantidade de calorias e açúcar. Na verdade, existem 52 gramas do material doce (que vale mais do que um dia) em uma garrafa de 32 onças. Além disso, a bebida está repleta de aditivos que removem o estômago, como corantes artificiais.

Beba isso em vez disso: Uma maneira melhor (e mais segura) de repor os eletrólitos e a água perdida após um treino difícil: tente beber uma bebida mais natural, como o HALO Sport.

Cheesecake de fábrica cheesecake baixo carb
Cortesia de The Cheesecake Factory

Ingrediente Insalubre: Açúcar, sódio

Creme de queijo é indulgente por conta própria, mas sobe a novas alturas quando é transformado em um bolo cremoso e decadente. Cheesecake é preenchido com grandes quantidades de gordura, açúcar e sódio, e ele irá devolver uma quantidade astronômica de calorias para uma fatia de um tratamento que você costuma comer depois do jantar. Basta dar uma olhada em qualquer cheesecake de The Cheesecake Factory: A opção Cheesecake Original tem 830 calorias e 58 gramas de gordura, enquanto quase todas as outras opções no menu tem mais de 1.000 calorias.

Coma isso! Em vez de: Descobrimos toneladas de receitas de cheesecake que você pode experimentar em casa, que não matam sua cintura, e, se você está procurando uma alternativa mais cremosa, também pode obter sua dose mais doce com um parfait de iogurte grego. O iogurte grego em si lhe dará um sólido reforço de proteína, e tem uma consistência mais grossa e cremosa, então se você adicionar um pouco de fruta e xarope de gengibre, você definitivamente satisfará esse desejo de cheesecake.

fatia-de-tiramisu-on-white-plate
Shutterstock

Ingrediente Insalubre: Açúcar

Esta sobremesa cremosa está no lado decadente, graças ao açúcar de confeiteiro, chantilly, café expresso, ladyfingers, gema de ovo e mascarpone, só para citar alguns dos ingredientes que rapidamente fazem esta sobremesa em um alto teor calórico, açúcar-pesado prato. Basta usar a versão da The Cheesecake Factory como exemplo, com mais de 1.200 calorias, 67 gramas de açúcar e 340 mg de sódio. Yikes

Coma isso! Em vez de: Embora essa seja sempre uma sobremesa “às vezes”, tente criar sua própria versão em casa. Você não está apenas controlando o tamanho da porção, mas também o que está colocando no bolo. Assim, você pode fazer substituições, como usar clara de ovo e queijo cremoso.

Palito de margarina
Shutterstock

Ingrediente Insalubre: azeite de dendê

Você sabe que o sabor cremoso da margarina tinha que vir de algum lugar, e geralmente é da adição de óleos vegetais – e muitas misturas podem incluir o óleo de palma, que tem um alto teor de gordura saturada e também pode causar inflamação.

Coma isso! Em vez de: Em vez de espalhar o pão com margarina, por que não trocar em azeite? Apenas certifique-se de usar as medidas exatas para não exagerar, pois uma colher de sopa tem 120 calorias.

RELACIONADO: Seu guia para a dieta anti-inflamatória que cura seu intestino, retarda os sinais de envelhecimento e ajuda a perder peso.

Rolo de carne
Shutterstock

Ingrediente Insalubre: Porções extragrandes de carne

Era conhecido como um prato de baixo custo nos anos 50, 60 e 70, tornando-se uma opção de jantar comum conveniente naquela época, mas mais ou menos perdeu algum valor como um alimento de refeição familiar. Se você se sentir nostálgico enquanto estiver fora para comer e pedir isso enquanto estiver jantando fora, o prato provavelmente será preenchido com gordura e sódio extra (especialmente se ele vier com um molho à base de ketchup). Se você for à The Cheesecake Factory e pedir seu Famous Factory Meatloaf, consumiria mais do que um dia inteiro de sódio apenas no tamanho do almoço – o tamanho do jantar é de quase dois dias. Além disso, você provavelmente estará comendo mais carne do que precisa de uma só vez. (A comida é literalmente chamada de bolo de carne, afinal …)

Coma isso! Em vez de: Troque o peru moído ou o frango em vez de carne bovina por um substituto de carne mais magro e experimente fazer esse prato em casa para manter o sódio e a gordura sob controle.

Concha taça tigela
Shutterstock

Ingrediente Insalubre: Sódio, gordura

Uma tigela de taco é uma das maneiras mais rápidas de consumir muitas calorias, gorduras e sódio de uma só vez. Entre a tortilla frita, além do recheio de carne, arroz, queijo, creme azedo, molhos e outras coberturas, as coisas podem sair do controle rapidamente. Esta opção superdimensionada é um não-go.

Coma isso! Em vez de: Se você estiver indo almoçar no Chipotle e pegar a tigela de burrito, certifique-se de manter o que está levando na tigela e opte por não pegar uma tortilla ou batatas fritas. Em vez disso, por que não fazer sua própria salada de taco? A alface serve como sua base, em seguida, adicione uma proteína, alguns feijões e salsa (pule o creme azedo para manter as coisas magras – a salsa lhe dará um sabor de sabor suculento por conta própria). Quando você tem controle total dos ingredientes, esse é sempre o melhor cenário.

Ingrediente Insalubre: Sódio, aditivos alimentares

Popping uma pizza congelada no forno pode poupar tempo do que encomendar um de sua pizzaria local, mas com alta contagem de sódio e aditivos alimentares assustadores, você pode querer manter essas fatias na seção de congelador. A Pizza de Queijo Classic Crust 4 Red Baron tem ingredientes como o cloridrato de L-cisteína (um sal usado para tratar as overdoses) e o “sulfato de amônio” (fertilizante de gramado comumente usado), juntamente com 720 miligramas de sódio por porção, enquanto Pepperoni Congelado da Tombstone Pizza contém BHT e BHA, então você não está realmente seguro, não importa qual marca popular você vá.

Coma isso! Em vez de: É melhor fazer sua própria pizza! Se você deseja uma torta de estilo havaiano ou uma variedade de café da manhã, uma torta caseira nunca é uma má ideia, pois você tem controle total dos ingredientes. Comece com a massa de pizza de trigo integral, um molho marinara com baixo teor de sódio, uma leve pitada de queijo e coberturas saudáveis, e o que você conseguir.

Taça de fettuccine alfredo
Shutterstock

Ingrediente Insalubre: Creme, manteiga

O molho Alfredo é feito de creme de leite, queijo parmesão e muita manteiga, que juntos causam estragos na sua cintura. Na verdade, o creme raramente é usado em pratos autênticos de massas italianas, então se você visitar a Itália, há uma boa chance de não encontrar este prato nos cardápios do restaurante. Está presente no menu Olive Garden, no entanto, e chega a 1.010 calorias, provando que esta é outra versão americana de um prato clássico que você está melhor sem.

Coma isso! Em vez de: Se você estiver com vontade de comer massa, escolha uma receita clássica de spaghetti aglio e olio, pois esse prato tem poucos ingredientes: alho, óleo, sal e macarrão.

Waffles belgas
Shutterstock

Ingrediente Insalubre: Sódio, carboidratos simples

Waffles belgas tendem a ser maiores e mais espessas com grades mais profundas destinadas a conter ainda mais xarope, manteiga e creme, de modo que ali é razão suficiente para evitar a escolha como uma opção de café da manhã quando você se encontra fora para comer em uma lanchonete. Além disso, muitas vezes eles são carregados com açúcar e massas doces, então eles podem ir de mal a pior. Eles também são carregados com carboidratos simples, o que os torna muito fáceis de digerir e não são muito promissores quando se trata de mantê-los cheios e focados.

Coma isso! Em vez de: Vá com um waffle tradicional que você pode preparar em casa e certifique-se de cobrir com frutas e xarope de bordo puro, como o xarope de bordo com infusão de baunilha do Trader Joe.

Anéis de cebola

Ingrediente Insalubre: Açúcar, gordura saturada

O anel de cebola é um ótimo exemplo de como tudo que é bom sobre um vegetal pode ser eliminado, graças ao fato de ser frito. Alguns dizem que são ainda piores do que batatas fritas porque os anéis de cebola têm mais calorias, mais gordura saturada, mais açúcar e menos potássio.

Coma isso! Em vez de: Uma porção de 3 onças de lula frita – um anel de cebola semelhante a – contém cerca de 150 calorias, 15 gramas de proteína, 6 gramas de gordura e 6 gramas de carboidratos, juntamente com abundância de zinco e vitaminas do complexo B. Ainda melhor é se você pode fazer lula grelhado em vez disso!

maionese
Shutterstock

Ingrediente Insalubre: Sódio, açúcar, conservantes

Mayo está entre os piores dos condimentos de calorias vazias, e mesmo as variedades sem gordura não são melhores, considerando o açúcar e os conservantes que elas contêm. Além disso, o fato de que a maionese é feita com ovos, mas que pode ficar feliz, sem refrigeração, em uma prateleira de supermercado por meses sem quebrar ou separar, é sempre preocupante.

Coma isso! Em vez de: Você pode fazer uma versão mais saudável de maionese em casa, misturando iogurte grego, suco de limão, mostarda, pimenta e especiarias. Você economiza mais de 200 calorias e 20 gramas de gordura por porção de xícara de xícara. Além disso, o iogurte grego é rico em proteínas e cálcio, o que contribui para uma propagação mais saudável e saudável.

nachos-em-ferro-frigideira
Shutterstock

Ingrediente Insalubre: Sódio

A base de nachos consiste em tortilla chips, que embora geralmente não tão ruins para você, não fornecem qualquer tipo de nutrientes. Então você adiciona carne moída ou carne de porco, creme azedo, guacamole e uma quantidade indecorosa de queijo amarelo, e você está com uma sobrecarga de calorias e gordura. E este alimento básico de bar é muitas vezes um aperitivo para muitos restaurantes. Apenas pegue Applebee’s, por exemplo, onde seus nachos chegam a 2.000 calorias e mais de 5.000 mg de sódio.

Coma isso! Em vez de: Se você estiver indo para entrar, certifique-se de fazê-lo em casa, onde você pode fazer o seu próprio bife ou nachos de frango e feijão por muito menos calorias, gordura e sódio do que qualquer um que você pediria em um restaurante.

peixe e batata frita

Ingrediente Insalubre: Sódio

Ataque do bege! Sempre que o seu jantar é monocromático (neste caso, o tom de castanha frito), você sabe que está com problemas. Não culpe o peixe – os frutos do mar estão cheios de proteínas magras, construtoras de músculos e gorduras saudáveis ​​para o coração. Mas o problema aqui está com uma relação peixe-gordura muito desequilibrada. Um revestimento de massa crocante e uma pilha de batatas fritas é apenas carregado em sódio e gordura.

Coma isso! Em vez de: Quando se trata de frutos do mar, sempre abandone o navio com peixe frito e opte por grelhado.

Varas de mussarela de queijo frito
Shutterstock

Ingrediente Insalubre: Sódio

Embora haja proteína em paus de mussarela, essa opção popular de aperitivo é frita e frita, em particular, as calorias, sódio e gordura saturada de tudo que encontram. Basta olhar para os paus de miudezas da Applebee's: eles vêm com 910 calorias e mais de 2.500 mg de sódio. Mesmo se você estiver compartilhando isso, este não é um lanche no qual você deveria estar se deliciando.

Coma isso! Em vez de: Pule todo o aspecto empanado e frito e apenas mastigue palitos de queijo puro, que você pode emparelhar com algumas uvas ou amêndoas para um lanche de enchimento.

torrada francesa
Shutterstock

Ingrediente Insalubre: Açúcar, sódio

Se você faz as escolhas certas quando come rabanadas, não é necessariamente tão ruim assim, mas pedir este prato de café da manhã em um restaurante muda tudo, já que acrescenta mais gordura, açúcar e sal a uma refeição que já é rica em gordura. , açúcar e sal como é. A torrada francesa da Cheesecake Factory tem quase 3.000 calorias, o que representa mais de um dia de calorias em sua primeira refeição do dia.

Coma isso! Em vez de: Para saciar sua ânsia por doces no café da manhã, faça um batido ao lado de um sanduíche de café da manhã com uma ordem lateral de ovos. Ou experimente a sua própria torrada francesa que contém bastante fruta, proteína e fibra.

Croissants em flocos
Shutterstock

Ingrediente Insalubre: Óleos vegetais, margarina

Nós sabemos, nós sabemos – morder um croissant amanteigado e escamoso é diferente de qualquer outra coisa. Mas se você comer muitos deles, muito em breve, sua barriga poderia transcender sua fivela do cinto. Um croissant de manteiga da Dunkin 'Donuts tem 19 gramas de gordura (24% do seu valor diário), 340 calorias e 8 gramas de gordura saturada (40% do seu valor diário) – e você provavelmente está comendo tudo isso antes mesmo de faça isso funcionar de manhã. E isso é apenas para simples. If chocolate croissants are your go-to, you’re looking at consuming upwards of 16 grams of saturated fat per pastry from Au Bon Pain, or 80 percent of your daily value’s worth.

EatThis! Instead: Grab some oatmeal instead to start out your day. Oats have plenty of fiber, and if you add in some fruit, you’re getting a well-balanced breakfast.

soybean-oil-in-glass-bowl-with-wooden-spoon-and-soybeans
Shutterstock

Unhealthy Ingredient: It’s found in so many processed and packaged foods, but soybean oil may be just as bad for you as sugar. There are studies that claim the oil can be linked to obesity and harm liver function.

Eat This! Instead: When in doubt, it’s best to avoid foods that contain soybean oil, which we know, is very hard to do as it seems to be in everything. When you’re cooking though, there are tons of other oils you can turn to, such as avocado oil and even ghee—a form of clarified butter—which both have high smoke points.

Unhealthy Ingredient: Sodium

Typically dubbed a healthy, soothing meal, soup truly is one of the least suspicious diet saboteurs of them all; however, that’s not the case with canned brands. What makes it so addicting? Besides being appealing because of its low cost, many popular brands add excess amounts of salt—some brands like Campbell’s Homestyle Chicken Noodle contain nearly 1,000 milligrams or more than half your recommended daily intake—which can actually cause us to overeat, according to a study published in the Journal of Nutrition. Besides disrupting satiety cues, when you constantly flood your system with sodium, you can overwork your kidneys. As a result, the sodium sits in your bloodstream where it attracts water, causing water retention and bloat, making you look five pounds heavier.

Eat This! Instead: Check out these 36 Best and Worst Canned Soups & Soup Products for more insight into what’s healthy and what’s not.

Unhealthy Ingredients: Palm oil, caramel color, Yellow 5, Yellow 6

Palm oil, caramel color, Yellow 5, and Yellow 6 are just a few of the unsettling ingredients found in a typical bouillon cube, such as Knorr’s Chicken Bouillon Cubes. In regards to palm oil, a meta-analysis in the Journal of Nutrition found this specific fat significantly increases low-density lipoprotein (LDL), or bad cholesterol, compared with vegetable oils low in saturated fat. Followed by potentially-carcinogen-contaminated caramel color and artificial coloring agents that may have adverse effects on activity and attention in children, it’s in your best interest to beware of what bouillon brand you’re buying. To discover other items you should avoid adding to the pot on the stove, check out these 20 Worst Ingredients to Put In Your Soup.

Eat This! Instead: Consider using an organic broth or chicken stock. Separately, Better Than Bouillon Reduced Sodium Chicken Base

Unhealthy Ingredients: Soybean oil, sugar, mono and diglycerides

Can someone explain to us why a product that’s packed in a box marked “Baked Fresh Daily” contains at least two preservatives? Entenmann’s isn’t the only one with misleading labeling. Otis Spunkmeyer Muffins look healthy coming in at 210 calories per serving—and then you see there are two servings per muffin. Typically, store-bought muffins contain over 400 calories and a third of the day’s fat, and eating half now and “saving the rest for later” is near impossible—likely because foods rich in carbs, fat and sugar can be downright addicting. Plus, many commercial muffins are also spiked with waist-widening soybean oil and additives like mono- and diglycerides.

Eat This! Instead: Kashi Blueberry Waffles. Two of these low-sugar, high-fiber waffles serve up the sweet blueberry taste you crave for a mere 150 calories. Even if you topped them with a tablespoon of syrup, you’d still take in fewer calories and less fat and sugar than you would had you opted for the muffin. The winner here is obvious. Making breakfast at home? Try some of these 30 Best Breakfast Habits to Drop 5 Pounds.

Unhealthy Ingredients: Sodium

If you have it in you to eat a mere 1-cup serving of Kraft’s Three Cheese Mac & Cheese, you’d consume at least 600 milligrams of sodium—and that’s not including your salted pasta water or salted butter you add to actually make these cheesy concoctions. As prepared, you hit a third of your day’s recommended intake of sodium per serving; and if you eat half the box, you could end up consuming half of your entire day’s allotted sodium. High sodium intake is associated with ailments such as hypertension and heart disease, according to the American Heart Association.

Eat This! Instead: We found a dozen great options in our thoroughly-researched report: 25 Best & Worst Boxed Mac and Cheese.

Unhealthy Ingredients: Hydrogenated soybean oil

That pesky ingredient is very much present in frozen pies, especially in Marie Callender’s line of apple pies. While there is zero trans fat listed on the frozen desserts’ nutrition labels, the presence of soybean oil and hydrogenated soybean oil is still concerning, as this type of oil has been linked to weight gain.

Eat This! Instead: We’d always go for a homemade pie when we get the chance, but if you’re under a time crunch, just ensure that the two words “partially hydrogenated” are missing from your frozen pie’s ingredient label.

Unhealthy Ingredients: Sodium phosphate, corn syrup, sodium, sodium nitrite

There are plenty of good reasons not to eat hot dogs—their high levels of sodium and carcinogen-producing nitrates are just two—but if you need another, here you go. The BBQ staple is also preserved with sodium phosphates: an ingredient that even McDonald’s scrapped from their menu. Studies published in the journals FASEB e Aging have connected high levels of serum phosphates (due to dietary consumption) to higher rates of heart disease, chronic kidney disease, weak bones, and accelerated aging.

Eat This! Instead: If you’re jonesing for a juicy dog, opt for an organic option like Applegate Farms’ Great Organic Uncured Beef Hot Dog.

Unhealthy Ingredient: Sodium

The #1 saltiest restaurant meal on the planet? It’s from P.F. Chang’s. But exactly what it is might surprise you: the Hot & Sour Soup bowl. One serving will fill you up with 9,590 milligrams. That’s over FOUR times what the FDA recommends you consume in an entire day.

Eat This! Instead: Steamed veggies and these other 8 Chinese Foods Approved by Diet Experts

Unhealthy Ingredients: Excess sodium

The deli meats you use to make your lunch may be putting your life at risk. Como? Consider this: just 2 of those thinly-sliced pieces of meat can contain more sodium than a bag of pretzels, and upwards of 680 milligrams! (And who only uses 2 slices…?) A diet high in sodium puts many at risk for high blood pressure (hypertension) and heart disease, and with the average American consuming 3,400 milligrams of sodium each day, according to the American Heart Association, you should try to choose lower-sodium options whenever they are available.

Eat This! Instead: Unfortunately, all-natural, “uncured” meats still contain nitrates from natural additives like celery powder, so you won’t really be reducing any negative health risks by purchasing these. Rather, the American Institute for Cancer Research (AICR) recommends focusing on reducing your intake of processed meats to 18 ounces (or six 3-ounce servings of meat) a week. Check out our low-sodium, Eat This!-approved meats in our exclusive report: 32 Best and Worst Packaged Deli Meats.

Unhealthy Ingredients: Hydrogenated soybean oil, sodium, sugar

If you pick up the Peaches & Cream flavor from Quaker, you’ll be consuming artery-clogging fats in the form of hydrogenated soybean oil. With other gross additives like corn syrup solids and artificial peach flavor, you’re better off making your own plain oatmeal and adding milk and peaches.

Eat This! Instead: To find our Eat This-approved picks, check out our exclusive guide: 25 Best and Worst Instant Oatmeals.

Unhealthy Ingredients: Artificial coloring, added sugar, saturated fats

You already knew all the artery-clogging fats and addicting sugars in candy weren’t doing you or your family any favors, but you likely didn’t realize that certain candies can make it more difficult for your little ones to concentrate. A few years ago, researchers discovered that the artificial colors, Yellow No. 5 and Yellow No. 6 (found in M&Ms), promote Attention Deficit Disorder (ADD) in children, according to a study in the journal The Lancet. In fact, Norway and Sweden have already banned the use of these artificial colors, and in the rest of the EU, foods containing these additives must be labeled with the phrase: “May have an adverse effect on activity and attention in children.”

Eat This! Instead: M&M fans should check out Unreal’s Milk Chocolate Gems. It’s a similar product, but free of all the scary chemicals.

Unhealthy Ingredients: Artificial flavors and artificial colors

Nothing says “Happy Birthday!” like a slice of sugary, chemical-laden cake, right? Whipping up a cake from a box is much easier than gathering all the ingredients and baking it from scratch. But taking this shortcut could cost you in the health department. Many cake mixes from Duncan Hines, Betty Crocker, and Jiffy are loaded with belly-bloating sugar, and questionable chemicals—that’s nothing to celebrate.

Eat This! Instead: Celebrate an occasion and the fact that you’re not harming your health with excessive sugar by picking up a box of our best, Eat This!-approved cake mixes.

Unhealthy Ingredient: Potassium bromate (bromated flour)

Banned in the United Kingdom and Canada, potassium bromate is still lurking in some U.S. foods such as pizza, wraps, rolls, bread crumbs, and bagel chips, according to a 2015 analysis by the non-profit Environmental Working Group (EWG). The issue? A 1982 study found the dough strengthener induced tumors in rats and led the EPA to conclude bromate is a “probable human carcinogen.” It’s also been linked to kidney failure and cell deterioration, according to a 2001 toxicological review of bromate by the EPA. While the FDA has encouraged bakers to voluntarily stop using it since 1991, the EWG found evidence of it lurking in 86 different products, including GOYA’s Disco Dough sheets for empanadas.

Eat This! Instead: This will take a little investigative work on your part, but take a moment to scan the ingredients list next time you’re at the market. Luckily, due to California Proposition 65, any product sold in California using bromated flour is required to bear a cancer warning, so it will be easy to pick out if you live in that state. If you pick up a package with potassium bromate or bromated flour on the label, put it down and pick up something else.

Unhealthy Ingredient: BPA (Bisphenol-A)

BPA (one of these Scary Toxins Hiding in Your Cookware and Storage Containers) is a hormone-mimicking chemical found in nearly all food packaging plastics, and it’s potentially bad news. According to a study in Clinical and Experimental Reproductive Medicine, chronic ingestion of this chemical can lead to a variety of hormonal changes, including early puberty in females, sperm, reduction, obesity, and increased rates of reproductive cancers. Active in just parts per billion, a study in Reproductive Toxicology found that one of the things BPA is known for is causing men to grow breasts by disrupting their hormones.

Drink This Instead: Join the increasing amount of people who want to stay hydrated but also remain alive and with little to no change to the size of their breasts by pouring filtered water into a metal flask or non-BPA bottle. We’re fans of S’Well bottles since they come in so many cool and colorful patterns.

Unhealthy Ingredients: Sulfites, added sugars or fruit juice infusions, vegetable oil

Sulfites, which are used to keep prepared foods fresh, are often used in dried fruit snacks. Asthmatics are at an elevated risk for a reaction to sulfites (though anaphylaxis and life-threatening reactions are rare), such as swelling of the throat, hives, and migraines according to a study in the Journal of the American College of Nutrition. You should also watch out for dried fruits that have added sugars—without water, dried fruits have a higher concentration of sugar than their hydrated counterparts, and really don’t need extra of the blood-sugar-spiking stuff. Additionally, many dried fruits are coated in inflammatory vegetable oils, adding unnecessary additional calories and fat to a relatively healthy snack.

Eat This! Instead: Get your dried fruits from a retailer like Whole Foods, which says that all of their dried fruits are 100 percent sulfate-free.

American cheese

Unhealthy Ingredients: Sodium citrate and phosphate

That brick of orange cheese sitting in the dairy case at your supermarket is more than just a flavorless lump of dairy-ish ingredients —it’s loaded with icky additives, too. While many companies are thankfully opting for natural colors to give their cheese that trademark bad spray-tan hue, they’re still loading those icky slices with ingredients that can seriously harm your health. Kraft Singles are packed with sodium citrate, which can cause muscle spasms and may be unhealthy to individuals with kidney health issues. They’re also packed with sodium phosphate, an ingredient used to prevent crystallization of meat and dairy products, which has been linked to an increased risk of bone demineralization, osteoporosis, and kidney health issues.

Eat This! Instead: If you can’t fight your cheese cravings, opt for an organic cheese that’s made without preservatives or artificial colors. If you’re trying to be particularly gentle with your body, opt for an aged white cheddar or parmesan —they’re the cheeses with the lowest lactose levels, which make them the least likely to cause digestive distress to the estimated 75 percent of adults who can’t fully digest dairy.

Unhealthy Ingredients: Sugar, refined white flour

Unless it says 100% Whole Wheat, don’t be fooled into thinking your “wheat” bread is that much better for you than the white version. Most some loaves contain a small amount of actual whole grains mixed with unhealthy refined flour, according to Alissa Rumsey MS, RD. Take Bimbo Bakery’s “Whole Grain” Loaf as an example. It actually says “Made With Whole Grain” on the front, and by that they mean whole grain flour is listed as the third ingredient: behind regular old white flour and water. What’s even more surprising to us is that this two-slice serving actually has 2 more grams of sugar than Bimbo’s Soft Wheat Bread. That’s because manufacturers increase the amount of added sugar to breads made with whole grains because consumers still look for that sweet taste of white bread with the “healthy” feeling of eating whole grains.

Eat This! Instead: To ensure you’re picking a healthier carb, Rumsey says to look for a package that has “100% whole wheat flour” as the first ingredient. You can also choose from our top choices in our guide Eat This, Not That! for Store-Bought Breads.

Unhealthy Ingredient: Polysorbate 60

Short for polyoxyethylene-(20)-sorbitan monostearate, this emulsifier is widely used in the food industry. Made of corn, palm oil, and petroleum, this gooey mix can’t spoil, and it often replaces dairy products in baked goods. It’s commonly contaminated with 1,4 dioxane, a chemical which has been shown to cause cancer in animals and could in humans as well, according to a study in Toxicology and Applied Pharmacology.

Eat This! Instead: Foods coated with real chocolate. We like these 7 Best New Healthy Chocolates.

Unhealthy Ingredients: Polysorbate 80, yellow 5, sodium benzoate

Last we checked, cucumbers are naturally green, so we’re not quite sure why so many brands (Like Vlasic Dill Kosher Pickles) feel the need to add yellow dyes to their pickle jars. Vlasic also uses polysorbate 80, the same emulsifier used in diet ice creams that’s been linked to causing cancer in mice. Additionally, a number of pickle jars are also filled with sodium benzoate, which has been shown to damage mitochondria, the “power station” of cells.

Eat This! Instead: You don’t have to go too far out of your way to find pickles without this additive. For example, Woodstock Farms Organic Baby Kosher Dill Pickles don’t have either of the benzoate brothers on its ingredients list.

Unhealthy Ingredient: Sugar alcohols, artificial sweeteners

If you don’t swallow it, can chewing gum count as a food? Kinda. Point is this: Although the bulk of gum is indigestible, there are some ingredients that are: the sugar alcohols and artificial sweeteners. Sugar alcohols are sugar substitutes have been shown to cause bloating and other gastrointestinal distress. Sorbitol, in particular, takes a relatively long time to digest, and any undigested sugar alcohol in your small intestine acts as the perfect environment for the fermentation of bacteria, thus, causing even more bloating and flatulence. As for artificial sweeteners found in popular gums, you’re looking at ingesting additives that have been scientifically shown to trigger your sweet receptors and rev hunger—hence another reason why you’re always hungry.

Eat This! Instead: If you’ve got a chewing habit, try sunflower seeds. Not only are they tasty, but they are also an excellent source of vitamin E, the body’s primary fat-soluble antioxidant.

Peanut butter

Unhealthy Ingredients: Sugar, hydrogenated vegetable oil, sodium

Don’t let its reduced fat content fool you: low-fat peanut butter is in no way a health food. While peanuts on their own are a good source of protein and fiber, the other ingredients used in low-fat peanut butters will have you running for the hills. When the naturally-occurring fats are stripped from peanut butter, they’re often replaced with tons of sugar and excess salt to make up for what would otherwise be a bland and flavorless product.

Eat This! Instead: Skip all the waist-widening sugar and salt and enjoy some full-fat natural peanut butter instead. Spread the Love brand peanut butter is made without added salt, sugar, or oils, and has all the cholesterol-lowering MUFAs that you get from peanuts in their natural state. Peanut butter is also incredibly easy to make on your own: throw some peanuts and a little bit of oil or honey, as per your taste, into a blender and puree until smooth. For our best bets, check out our report: We Tested 10 Peanut Butters, And This Is The Best!.

Unhealthy Ingredients: Artificial flavors, disodium inosinate, and caramel color

When you grab a veggie burger, you should look for a solid substitution for the minimally-processed, beef-based patty. Unfortunately, countless vegetarian options are not the clean dream you think. MorningStar Farms Spicy Black Bean Burger is full of questionable ingredients like artificial flavors, disodium inosinate (which acts similarly to MSG in that it improves flavor and revs your appetite, so you eat more of this frankenpatty), and carcinogen-tainted caramel color.

Eat This! Instead: You’re far better off with a veggie burger like Amy’s Sonoma Burger, which is made entirely of organic vegetables, quinoa, and walnuts. You’ll find some more of our favorite in our special report 32 Best and Worst Veggie Burgers.

Cinnamon oatmeal

Unhealthy Ingredients: Sugar

Oatmeal, a food so innocent, has been corrupted. But with what, you ask? A whole lot of sugar. And it’s even worse in the new way brands are packaging instant oatmeal: cups. Because the serving sizes are a bit bigger, manufacturers cram in even more of the stuff. In fact, even seemingly healthy brands like McCann’s Steel Cut Irish Oatmeal can pack in 21 grams of the sweet stuff into their Apple Cinnamon Cups. That’s over 40 percent of your recommended intake of added sugars for the entire day—and it’s not even noon!

Eat This! Instead: Start your morning off on the right foot by opting for some unflavored oats instead. Not only will this save you some serious calories, but it also lends the possibility of adding healthy, filling ingredients, like raw almonds and fruit, to your recipe instead. Liven up your morning meal by adding the 50 Best Overnight Oats Recipes to your repertoire.

Lemonade

Unhealthy Ingredients: Sugar, high fructose corn syrup, and yellow #5

Beyoncé’s Lemonade? Ótimo. Pretty much every other kind of lemonade? Mostly garbage. On top of the boatload of sugar that’s in most lemonade recipes, brands like Minute Maid give their bottled and canned lemonade drinks a vibrant hue by using yellow #5, which has been linked to hyperactivity and impaired renal function in animal test subjects.

Eat This! Instead: Opt for some infused water instead and you’ll save yourself a huge number of calories, a ton of sugar, and keep those kidneys working—we hear they’re pretty important, after all.

Sprinkles

Unhealthy Ingredients: Sugar, hydrogenated vegetable oil, artificial colors, carnauba wax

You know those scented candles that smell so delicious you almost want to take a bite? That’s pretty much what you’re consuming when you add some sprinkles to your ice cream. These sugary little ice cream accessories are little more than sugar, hydrogenated oils, artificial colors, and actual wax, just like your favorite candle.

Eat This! Instead: Give your favorite frozen treat a little bit more texture and flavor by adding some slivered almonds or cacao nibs; not only will they make your ice cream more pleasing to your palate, they’ll also add some healthy fiber and antioxidants to your snack.

Maraschino cherries

Unhealthy Ingredients: Sulfur dioxide, calcium chloride, sodium benzoate, potassium sorbate, high fructose corn syrup, red #40

Mix up some preservatives, corn syrup, and dyes and you’ve got… a sundae topping? Maraschino cherries, known for their vibrant hue and perplexing flavor, are an engineered food that have no place in a healthy diet. When you consider that they can last up to three years in their high fructose corn syrup bath before they even get near their expiration date, you’ll definitely want to put them back on the shelf.

Eat This! Instead: Instead of pulling a syrupy, radioactive-looking cherry out of a jar, try getting it the old-fashioned way: from nature. Cherries are plenty sweet on their own, and even without the benefit of potentially-toxic dyes, they’ve already got a very pretty color to them. Cherries are also a good source of resveratrol, which can help fight excess belly fat and may even help fend off dementia.

Flavored yogurt

Unhealthy Ingredients: Sugar, carrageenan

All those smiling models in yogurt commercials obviously haven’t checked out the ingredients list on their purportedly healthy snack. Most fruit-flavored yogurts on the market contain precious little actual fruit, sweetening their recipes with sugar instead. And those brilliant hues you thought were the result of fresh fruit in the recipe? They’re usually just from fruit juice concentrate. Another additive you have to watch is carrageenan: a plant-based emulsifier which studies have found to cause inflammation in those with gastrointestinal issues.

Eat This! Instead: Yogurt doesn’t have to be completely off the menu just because you’re trying to eat healthier. Plain, unsweetened yogurt is full of live cultures that can benefit your gut bacteria, boosting your immune system and potentially lowering your risk of everything from diabetes to depression. If you’re worried about the belly bloat that dairy can cause, coconut milk yogurt with live cultures tastes like the real stuff and has all the same benefits for your belly bacteria.

Bottled iced coffee drink
Shutterstock

Unhealthy Ingredients: Sugar

When reaching for a bottled coffee beverage, you’re probably more concerned with how under-caffeinated you’re feeling and less about what could be lurking under that label. Unfortunately, some of these sickly-sweet drinks are loaded with more added sugars than you should consume in an entire day, as recommended by the FDA. For example, one 14-ounce bottle of Gold Peak Almond Toffee Coffee Drink contains a staggering 270 calories and 53 grams of sugar. (Another shocker? The whole bottle only dishes out 77 milligrams of caffeine, which is significantly less than the 166 milligrams you’d get for an equal serving size of black coffee.) Other popular drinks, such as Starbucks Coffee-flavored Frappuccino, are nearly as bad, doling out 32 grams of sugar per 9.5-fluid-ounce bottle.

Drink This! Instead: Keep the convenience and toss out all the added sugar by opting for cold brew instead. This refreshing pick-me-up skips those high-calorie ingredients and gets you more of what you really want: sweet, sweet caffeine. Fortunately, ready-to-drink cold brew is becoming more widely available, with companies like Chameleon, Blue Bottle, Stumptown, and High Brew offering their flavorful, antioxidant-rich coffees in convenient to-go bottles and cans. Not in the mood for a black coffee? The 20 Easy Ways to Stay Slim at Any Coffee Shop can help you order smart.

Unhealthy Ingredients: Sucralose, acesulfame potassium, propylene glycol, yellow 5, yellow 6

Looking to add a little zing to your drink? Don’t reach for these manufactured enhancers. Brands like Mio are made up almost entirely of artificial ingredients. The third ingredient in many of these little bottles (behind water and citric acid) is propylene glycol: a preservative, thickening agent, and stabilizer that is also used as antifreeze to de-ice airplanes, as a plasticizer to make polyester resins, and found in electronic cigarettes. Almost more alarmingly is Mio’s use of artificial, non-nutritive sweeteners sucralose and acesulfame potassium, which a recent study published in Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics linked to weight gain and metabolic disorders.

Drink This Instead: Throw a couple of fruit slices into your water for that extra zing you’re looking for.

Unhealthy Ingredient: Sodium tripolyphosphate (STPP)

Something fishy is going down in the frozen-food aisle. To help lower-quality fish retain moisture and to lessen the amount of water expelled during thawing, manufacturers soak fish in a bath of sodium tripolyphosphate (STPP)—as they do in Mrs. Paul’s Beer Battered Fillets. STPP is a suspected neurotoxin and registered pesticide that the FDA considers “generally recognized as safe” to eat. It might be GRAS, but manufacturers don’t need to use this potentially dangerous additive. According to a report by the Food and Agriculture Organization of the United Nations (FAO), “polyphosphates are not an essential ingredient of [frozen fish products].”

Other negative side effects of adding STPP to fish include significantly increasing the levels of sodium in your food—which can counteract the countless positive heart-health benefits of consuming fish in the first place—as well as increasing your intake of dietary phosphates, which are connected to increased risk of death from cardiovascular disease in patients with chronic kidney disease or prior heart problems, according to research in Archives of Internal Medicine.

Eat This! Instead: Europe, Canada, and other countries have limits on the total level of STPP allowed in seafood (0.1 to 0.5 percent), but the US has no such regulations. Companies aren’t required to label this additive, but some packaged products do. When in doubt, stay dry. Seafood labeled as “dry” have not been treated with STPP; seafood marked as “wet” has been soaked in it.

Granola bar

Unhealthy Ingredients: Sugar, corn syrup, sorbitol, soybean oil, BHT

Granola has long been associated with healthy living, although considering all the garbage that’s put in granola bars, the link isn’t exactly clear. The combination of sugar, corn syrup, and sorbitol, a weight gain-inducing trifecta found in Quaker Chewy Chocolate chip granola bars should be enough to have most health-conscious consumers steering clear, but the fattening soybean oil and widely-banned potential carcinogen BHT are just the icky cherries on top of this unhealthy recipe.

Eat This! Instead: Indulge your sweet tooth without sabotaging your health by opting for a Nut Delight Kind Bar instead. Loaded with mixed nuts, honey, rice, and flaxseed, this omega-3-rich concoction only tastes decadent. Find out which other Kind snacks should earn a spot on your menu by checking out Every Kind Bar—Ranked!

Meal replacement shake

Unhealthy Ingredients: High fructose corn syrup, caramel color, carrageenan, artificial flavors

Replacing your meal with a pre-packaged shake means you’re replacing all the fiber, vitamins, and minerals you’d normally eat with a whole lot of scary ingredients instead. From blood sugar-spiking high fructose corn syrup and maltodextrin to tumor-promoting artificial colors, these icky shakes are better off in the garbage than on your table.

Drink This! Instead: Instead of those chalky, medicinal shakes that are high in sugar and low in any redeeming nutritional values, check out our guide to these grab-and-go options: 26 Best and Worst Grab and Go Protein Shakes.

Unhealthy Ingredients: Soybean oil, palm oil, mono and diglycerides,

Mama’s baby may like shortening bread, but that’s because the infant’s knowledge of what inflammatory oils do to her body is patchy at best. Oils high in omega-6 fatty acids, like soybean oil, contribute to chronic inflammation: a state that causes medical problems that range from weight gain to depression. Palm oil is high in saturated fats that increase levels of bad cholesterol. Separately, when you pick up one of the “light” versions of these butter spreads, you’re also ingesting mono and diglycerides, which Isabel Smith, MS, RD, CDN, tells us are considered to be a class of trans fats that have escaped FDA classification as trans fat. “Avoid them anytime you’re able to!” Smith advises.

Eat This! Instead: Choose healthier monounsaturated fats, such as olive oil, and increase your intake foods that contain unsaturated omega-3 fatty acids, like chia seeds, flax seeds, and fish.

Bottled salad dressing

Unhealthy Ingredients: High fructose corn syrup, soybean oil

Did you know that just 2 tablespoons of salad dressings—like Ken’s Steak House Fat Free Sun-Dried Tomato Vinaigrette—contain just as much sugar as a Krispy Kreme Glazed Donut? (P.S. That’s 12 grams; the donut only has 10 grams.) Lisa Moskovitz, RD, founder of The NY Nutrition Group, says, “High fructose corn syrup has been shown to increase appetite and lead to health problems such as obesity and diabetes.” While some dressings go overboard with sugar, other dressings—like Marie’s Creamy Italian Garlic—load on the fat. This creamy dressing will serve up nearly 30 percent of your day’s recommended intake of fat in just two tablespoons. Even worse is that’s mostly from inflammatory soybean oil, that studies show can actually increase appetite.

Eat This! Instead: Olive oil, balsamic vinegar, lemon juice, honey, mustard. These are just some of the whole ingredients you can use to concoct in your kitchen that will be far less likely to do you harm. Choose these Ingredients for Salad Dressing That Will Help Keep You Slim!

Fruit cocktail

Unhealthy Ingredients: High fructose corn syrup

Just because it’s not full of alcohol doesn’t mean that fruit cocktail is any healthier than an oversized margarita. In fact, with the high fructose corn syrup in these fiber-less fruits, it may be worse. Plus, the BPA used to package many kinds of fruit cocktail has been linked to endocrine issues and obesity, too, making this supposedly healthy snack a poor choice for anyone.

Eat This! Instead: Just eat fruit. It’s healthier, it’s not loaded with added sugar, and it hasn’t been sitting in a plastic cup on your supermarket’s shelf for a decade (we hope).

Chocolate protein bars

Unhealthy Ingredients: Sugar, artificial sweeteners, caramel color, polysorbate 60

They say getting a great body is 80 percent nutrition and 20 percent exercise. Unfortunately, most protein bars are 100 percent garbage. The combination of sugar, carcinogenic colors, and polysorbate 60, an emulsifier that can create potentially-toxic compounds when combined with other ingredients, makes most protein bars less snack and more health hazard. If you think you’re getting a better deal by opting for sugar-free recipes, think again; the artificial sweeteners used in sugar-free protein bars have been linked to weight gain and cardiometabolic risk, according to a recent study in the Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics. cravings for real sugar and increased waist circumference.

Eat This! Instead: Loading up on protein doesn’t have to mean loading up on sugar and preservatives, too. A handful of raw almonds, a piece of cheese, or a hard-boiled egg can all help improve your post-workout recovery without weighing you down.

Rice dish

Unhealthy Ingredients: Diglycerides, corn syrup solids

Uncle Ben may not be such a good guy after all. Uncle Ben’s Cheddar Broccoli rice is loaded with diglycerides: a food emulsifier that still contains small amounts of trans fats. Odder yet is the inclusion of corn syrup solids, a fattening sweetener that’s most commonly found in desserts, but manages to make it into this recipe just to spoil the fun.

Eat This! Instead: Instead of eating those preservative-laden pre-seasoned rice mixes, you can easily save both your money and your health by making a batch of easy-to-prepare brown rice. Brown rice is not only filling, but a good source of resistant starch, which researchers at South Dakota State University have linked to improvements in gut bacteria, potentially lowering consumers’ risk of diabetes and obesity along the way. If you’re not a fan of unseasoned rice, try adding some healthy toppings, like a little heart-healthy olive oil, metabolism-boosting chili pepper, or antioxidant-rich spices, like sage, basil, and oregano.

Jam on a small spoon
Shutterstock

Unhealthy Ingredients: Artificial sweeteners

Although it could help regulate your blood sugar, Polaner’s jam shouldn’t be your go-to source for fiber. It’s sweetened with the artificial sweetener sucralose, which a 2016 study published in the journal Cell Metabolism found may be recalibrating the connection between sweetness and calories in your brain. Researchers discovered that mice consumed 30 percent more calories when they switched from eating sucralose-sweetened food to sugar-sweetened food. The sweetener has also been connected to decreased sleep quality and poor gut health—a recipe for weight gain.

Eat This! Instead: Your safest bet is to top your peanut butter sandwiches with fresh pieces of fruit like banana and strawberries. You’ll get a similar taste with none of the artificial sweeteners. Not willing to ditch your spread? Try Polaner All Fruit Spreadable Fruit Apricot. The spread is free of added sugars. Looking to take your peanut butter and fruit sandwiches to the next level? Try using one of our go-to healthy nut butters.

Chocolate in different forms
Shutterstock

Unhealthy Ingredients: Sucralose, maltitol

It’s completely understandable if you’re trying to reel in your sweet tooth a bit—just don’t use sugar-free sweets as a crutch. Instead of sugar, manufacturers (like Russell Stover) add in artificial sweeteners like Splenda and sugar alcohols like maltitol, which can have a laxative effect if eaten in excess.

Eat This! Instead: If you’re looking for a treat that will make your taste buds sing—and not send you running straight for the bathroom—skip this bar and check out the best dark chocolates for weight loss instead.

Refried beans
Shutterstock

Unhealthy Ingredients: Lard, hydrogenated lard

Beans, beans, they’re good for your heart! Well, until you add hydrogenated lard to them. High in saturated fat, these refried beans should stay off your grocery list. Replace them with a low-sodium, vegetarian version.

Eat This! Instead: Check out Amy’s Vegetarian Organic Refried Beans, Light in Sodium for a better alternative. And while we’re on the subject of canned foods, why don’t you also try to steer clear of these 30 Worst Canned Foods On The Planet.

Unhealthy Ingredients: Diglycerides, Red #40, carrageenan

Chicken nuggets all start with chicken but also contain several synthetic ingredients from diglycerides to Red #40 to carrageenan. These chemicals help make overly-processed foods like chicken nuggets possible because that’s what keeps the (very few) organic materials in the nuggets from going bad (or looking weird) after days spent traveling on the road or months in the freezer. But even if you buy them at the grocery store, you might not be safe. Check out our exclusive report of The Most Popular Chicken Nuggets—Ranked!

Eat This! Instead: Organic chicken breasts cut into pieces, coated with egg and breadcrumbs, and baked in your oven. Voila! Homemade, healthy nuggets.

Junk food
Shutterstock

Now that you just read what are generally the unhealthiest foods you should avoid, we just had to call out some of the specific, unhealthiest packaged products you can buy at your local grocery store.

Velveeta-cheese-sauce-in-a-box

Unhealthy Ingredient: Sodium phosphate and canola oil

Long story short: it’s not real cheese. The sauce is referred to as “liquid gold” and with a super long list of ingredients that includes canola oil—which provides inflammatory omega-6s—and sodium phosphate, it’s best to avoid any variation of this stuff. And can you really trust any cheese product that can sit in your pantry for months and still be edible?

Eat This! Instead: There are plenty of actual cheeses you can turn to for any of your cheesy desires, whether it’s to add to a pasta dish or just to munch on as a midday snack. We uncovered the 20 Best and Worst Cheeses in America for you.

Tostitos salsa con queso

Unhealthy Ingredient: Yellow #5 and #6

While there are some (very) small traces of real cheese in this dip, there are too many scary additives like canola oil, sodium phosphate, and Yellow #5 and #6 to make this game-day staple something you should keep eating.

Eat This! Instead: Why not just make your own salsa or guacamole even—as we know avocados are great for lowering cholesterol—and add melted cheese to it? A simple and much healthier swap!

Kraft cheez whiz

Unhealthy Ingredient: Canola oil, sodium phosphate, corn syrup, caramel color

This processed cheese has a long list of ingredients, including a lot of artificial flavors, colors, fillers, preservatives…and not much actual cheese. Plus, 2 tablespoons of this dip knocks you back 410 mg of sodium!

Eat This! Instead: Reach for a block of 100 percent real cheddar instead. You can never go wrong with the real stuff.

Unhealthy Ingredient: Sodium

The original Cup Noodles might bring on a case of nostalgia if it’s something you used to eat when you were a kid, but it’s best to keep this soup in the past. With one single serving dishing up more than 1,000 mg of sodium, just say no to this processed soup.

Eat This! Instead: While nothing beats homemade soup, if you’re pressed for time, try a canned version like Pacific Organic Reduced Sodium Chicken Noodle Soup that is not only much lower in sodium, but contains simple ingredients you actually want to see in your soup, such as cooked chicken, chicken broth, peas, carrots, and spices.

Unhealthy Ingredient: Hydrogenated soybean oil, sugar

Reaching for those milk chocolate Milanos might seem like a fancy treat, but don’t let the cookies fool you. Not only are there some questionable ingredients listed, but in just three cookies, you’re getting over a quarter of your daily recommended intake of added sugars if you’re sticking to 2,000 calories a day.

Eat This! Instead: Fat Snax cookies are not only low carb, but they also have no sugar. Plus, they’re keto-friendly! Each packet comes with two cookies and with the chocolate chip and double chocolate chip flavors, you’ll be able to satisfy your sweet tooth with a filling dessert option.

Unhealthy Ingredient: Sodium nitrite, BHA, BHT

Imitation mozzarella cheese listed so high up in the ingredients list says it all! But there are tons of scary additives and preservatives in here, too, like sodium nitrite, sodium phosphate, BHA, and BHT that are all just no-gos.

Eat This! Instead: You can break out the English Muffins for mini personal pies that make for a filling snack instead. No imitation cheese here!

Unhealthy Ingredient: High fructose corn syrup, hydrogenated palm oil, soybean oil, sucralose, artificial colors

These frozen breakfast pastries do not contain any nutrients you need to kickstart the day, and they’re filled with ingredients you should always stay away from, like high fructose corn syrup and hydrogenated palm oil, which is listed as “adds a trivial amount of trans fat.” Is that really what you want?

Eat This! Instead: If you’re going to eat something sweet for breakfast you should always look for something that will fill you up with fiber and protein. A good option is Van’s multigrain waffles, which are made with some of our best carbs for weight loss, including oats, barley, quinoa, amaranth, and millet.

Hersheys gold bar

Unhealthy Ingredient: Sugar

This chocolate bar made the list of our unhealthiest foods in both 2017 and 2018, thanks to the fact that it blends fatty chocolate with salty pretzels, creating a saturated-fat-and-sugar knockout. With 20 grams of sugar, you better leave this bar in the candy aisle.

Eat This! Instead: Dark chocolate is always preferred over milk chocolate, especially it’s less processed and has antioxidants. You still have to keep portion control in mind, but munching on a Theo Organic Salted Almond 70% Dark Chocolate Bar is a much better option than the Hershey’s Gold Bar.

mott's-apple-sauce

Unhealthy Ingredient: High fructose corn syrup

You would think something as simple as applesauce would just contain apples, as the fruit itself is already filled with natural sugars (one medium apple has 19 grams). But a small cup of Mott’s applesauce with cinnamon comes in at 24 grams of sugar and features high fructose corn syrup listed as the second ingredient. No thanks!

Eat This! Instead: Musselman’s Natural Unsweetened Applesauce comes in at only 50 calories and has no added sugars.

Unhealthy Ingredients: Soybean oil, high fructose corn syrup, partially hydrogenated cottonseed oil

They may be a staple of banana pudding, but Nilla Wafers are harboring inflammatory soybean oil and high fructose corn syrup.

Eat This! Instead: Check out any of our Eat This-approved cookies via our ranking: 36 Most Popular Cookies in America — Ranked!.

Hot Pockets

Unhealthy Ingredients: Carrageenan, soybean oil, mono and diglycerides

Hot Pockets’ ability to be both the temperature of molten lava while simultaneously frozen defies everything we know about science, and yet, people are still eating them. If their perplexing temperature issues weren’t enough to turn you off, consider that the Ham and Cheese Hot Pocket contains the following ingredients: soybean oil, carrageenan, mono- and diglycerides. Not enough to keep you away? Consider the fact that these also contain what’s appetizingly described as “fully cooked ham and water product,” and, for whatever perplexing reason, includes cheese ingredients described as “ingredients not in regular cheddar cheese.”

Eat This! Instead: Get some unsweetened whole-grain bread, a few slices of preservative-free meat, and pop it on a panini press! Your un-scorched mouth will thank you. For the sake of your health, stick to the 46 Best Frozen Foods in America when a Hot Pocket craving hits.

Beef jerky

Unhealthy Ingredients: Corn syrup, caramel color

High protein dieters who turn to beef jerky as a snack may be in for a not-so-pleasant surprise: their favorite bagged meat chunks are loaded with corn syrup, too. To make hunks of dried beef more palatable, many brands (like Slim Jim) add a pretty shocking amount of corn syrup, and some caramel color to make the stuff look less like the inside of a dead cow.

Eat This! Instead: Healthy high-protein snacks aren’t hard to find if you know where to look. A spoonful of natural peanut butter on some Mary’s Gone Crackers, which are vegan, organic, gluten-free, and made with whole grains, can keep you full without all the extras you don’t want.

Pop Tarts

Unhealthy Ingredients: Sugar, soybean oil, high fructose corn syrup, caramel color, TBHQ

When you have just a few minutes to wake up, get dressed, and head out the door, it’s no wonder that so many people turn to convenience foods to settle their growling stomachs in the morning. Unfortunately, for those who opt for Pop-Tarts, any time they’re saving is coming at a high cost to their health. Loaded with fattening ingredients like sugar, high fructose corn syrup, and soybean oil, Pop-Tarts aren’t a recipe for poor health. Even scarier are potentially carcinogenic caramel color and TBHQ, a preservative that has been linked to liver health issues and vision problems by the National Library of Medicine.

Eat This! Instead: If you want a convenient breakfast treat that’s got fewer of the chemicals you’d find in a traditional Pop-Tart, Annie’s Organic Toaster Pastries fit the bill. While they’re still not exactly health food, they use whole wheat and rice flours, natural colors, and a little bit of actual fruit in their recipes. Start every day on the right foot with the 56 Smoothies for Weight Loss!

Unhealthy Ingredients: High fructose corn syrup, caramel coloring, soybean oil

Who knew that eating just a cup of spaghetti and meatballs would fill you up with 8 grams of sugar? That’s exactly what will happen if you eat Chef Boyardee’s Jumbo Spaghetti & Meatballs, which has high fructose corn syrup in their sauce. Another issue with the food? A a significant amount of protein in those meatballs comes from soy protein concentrate. Unlike a protein isolate, protein concentrate contains more of the nutrients found in soy, which could mean it’s more likely to contain traces of the carcinogen-containing pesticides used in genetically-modified soy production. To make matters worse, the meatballs are dyed with caramel color and most of their 13 grams of fat comes from soybean oil.

Eat This! Instead: When the craving for pasta strikes, try some of these 40 Ultimate Pasta Tips to Stay Skinny. Sure, making noodles from scratch may take some additional time, but at least you’ll have leftovers for days.

Unhealthy Ingredient: Monosodium glutamate

Everyone knows that when you buy Doritos, you’re bound to finish the entire bag—and it’s no surprise. The recipe for the popular chip was specially designed so that no single flavor overpowers another. When foods lack a dominant flavor, people are less apt to feel full and, in turn, consume more, say researchers. What’s more, one of the first ingredients on the food’s label is monosodium glutamate (MSG), an additive that’s been known to increase appetite, and make foods taste more appetizing, according to a study in Physiology and Behavior. And if you thought that Dorito breath was just a coincidental side effect of munching on the snack, think again. The powerful savory taste lingering in your mouth is an example of a tactic called “long hang-time flavor” that’s used to lure snackers into going back for more. With all of these factors working against you, it’s really no wonder you’re defenseless when Doritos come around.

Eat This! Instead: Beanitos Nacho Cheese White Bean Chips. A serving of these bean-based chips have a whopping 6 grams of belly-filling fiber, so you’ll definitely be able to put the bag down once you’ve eaten your fill. Plus, they’re free of MSG, which should let your natural willpower kick in.

Unhealthy Ingredients: Monosodium glutamate, Yellow #6

It’s not your imagination: This orange, puffy snack melts the second it hits your tongue —a phenomenon food scientists like Steven Witherly have dubbed “vanishing caloric density.” And it’s definitely not an accidental quality of your chips, either. Food developers know that when foods melt quickly, it tricks the brain into thinking you’re not eating as many calories. In turn, snackers wind up eating a much larger serving. The sound Cheetos make when you bite into them was also specially developed to get you hooked. The crunchy sound makes them taste more appetizing, likely because we associate the sound with freshness, according to a study in the Journal of Sensory Studies. What’s more, Cheetos are doused with MSG, which has been shown to increase appetite and make foods taste even more delicious. Plus, Cheetos are one of the 8 Most Addictive Foods in the World.

Eat This! Instead: Blue Diamond Natural Almond Nut-Thins in Cheddar Cheese. These rice and almond-based crackers offer a Cheeto-esque taste with three grams of hunger-busting protein per serving. Most importantly, they’re free of those tricky vanishing calories that cause us to overeat.

Unhealthy Ingredients: Palm oil, alkali processed cocoa, high fructose corn syrup

Oreos don’t come with a warning, but maybe they should! Not only are they filled with palm oil, a fat that promotes fat-causing inflammation, but Oreos, while known for their “cream” filling, don’t actually have any real cream in them. There aren’t any dairy products used in Oreo cookies, which isn’t necessarily a bad thing for those who eat a dairy-free diet, but it’s important to note the ingredients that are present are anything but good for you. No wonder why they’re one of our 30 Worst Supermarket Cookies in America.

Eat This! Instead: Nothin’ But Chocolate Coconut Almond Granola Cookies. These chewy bites don’t quite look or taste like Oreos, but they sure are a lot healthier—and far less addicting. Made from a delicious combination of almonds, oats, chocolate, coconut, cane sugar, spices and espresso powder instead of a mound of processed ingredients, this treat is kinder to your waistline than the traditional twist-and-lick combo.

Unhealthy Ingredients: Partially hydrogenated cottonseed oil, high fructose corn syrup, artificial flavor, caramel color

Nabisco still uses artery-clogging, brain-draining fats in their Chips Ahoy! Chocolate chip cookies. And on top of that, if the 11 grams of sugar per serving wasn’t enough to deter you, they’re made with high fructose corn syrup, which can increase body weight, body fat, and triglyceride levels, according to a Princeton University study.

Eat This! Instead: So you can indulge in your cravings without the guilt, we rounded up the best chocolate chip cookies.

Red Jello

Unhealthy Ingredients: Artificial flavor, aspartame, acesulfame potassium

Pro tip: if your food shakes more than Shakira, odds are, it’s not the all-natural treat you’re hoping for. While Jell-O’s ubiquity as hospital food is enough to turn most people’s stomachs, its ingredients list makes it an even worse offender. Artificial sweeteners and flavors team up in this wiggly dessert to form an unholy duo that’s bad for both your health and weight loss efforts.

Eat This! Instead: With a little gelatin, some fruit, and a hint of honey, you can whip up your own batch of gelatin dessert that’s all-natural, preservative-free, and pretty tasty, too. If it’s just the fruit flavor you’re craving, smoothie pops can similarly satisfy your sweet tooth while adding tons of fiber and antioxidants to your snack.

Unhealthy Ingredients: MSG, sodium nitrate

This jerky has upwards of 700 milligrams of blood-pressure-raising sodium, which is more than four times what you’d find in the same serving of chips. It not only uses MSG and not much else to flavor it besides smoke flavoring and sugar, but it contains purified nitrites. Under conditions of high heat or stomach acid, sodium nitrite reacts with amines to form cancer-causing chemicals called nitrosamines. Luckily though, this reaction can be hindered by the addition of citric acid, which Matador includes in its recipe. Still, it’s best to say no to this jerk.

Eat This! Instead: Brooklyn Biltong keeps its ingredients list simple, has no artificial preservatives and is naturally sugar-free. This beef is not only more tender than the other jerky option, but overall much more healthy for you.

Cool whip

Unhealthy Ingredients: Hydrogenated vegetable oil, high fructose corn syrup,

Ever wondered why Cool Whip doesn’t bill itself as whipped cream? It turns out, this creamy topping is many things, and cream is only actually one of them. While it does contain a little bit of skim milk and light cream, this dessert topping is mainly water, vegetable oil, and high fructose corn syrup.

Eat This! Instead: The topping on your treats doesn’t have to be toxic. While old-fashioned whipped cream isn’t exactly waist-friendly, you can make your very own version that’s just as tasty by whipping some coconut milk instead. It has the same creaminess you’d get from traditional whipped cream, but with no added fat or sugar, and a much more digestible recipe.

Unhealthy Ingredient: Sucralose

It might have zero calories, but that doesn’t mean it has zero effects on your health. Um recente Jornal da Associação Médica Canadense review of 37 studies analyzed the dietary habits of nearly 406,000 people. The researchers discovered that non-nutritive, artificial sweeteners, such as sucralose, don’t actually support weight management and may be associated with weight gain and cardiometabolic risk if consumed regularly.

Eat This! Instead: Before sugar was widely available, people’s go-to sweetener was honey, and it still stacks up. Although honey is high in fructose, it also contains a lot of cancer-busting antioxidants. Additionally, local honey has been said to help alleviate allergy symptoms.

Get 5 Free Gifts When You Subscribe!

Look, feel and live great while getting on the path to better health with the new Eat This, Not That! Magazine.

Guia de alimentos dietéticos de jejum intermitente: o que comer

 

De todas as dietas da moda do momento, o jejum intermitente atraiu muita atenção por sua evidência convincente na literatura científica. Ao longo da história, o jejum tem sido utilizado como uma expressão de dissensão política, desejo de recompensa espiritual, bem como uma ferramenta terapêutica, mas só recentemente ganhou ampla divulgação entre os gurus do fitness por sua conhecida perda de peso e efeitos antienvelhecimento. Mas isso traz a grande questão: existe um guia de jejum intermitente definitivo para você saber o que comer enquanto faz esta dieta?

Primeiro, vamos dar um passo para trás e quebrar o básico: como funciona a dieta quando se trata desses grandes benefícios de saúde em jejum intermitente? Os cientistas postulam que os benefícios antienvelhecimento se devem em grande parte ao aumento da sensibilidade à insulina, e a perda de peso está relacionada a uma redução geral na ingestão de calorias por causa de uma janela de alimentação encurtada. Simplificando, quando você tem menos tempo durante o dia para comer, você come menos. Fácil, certo? Mas um conceito-chave, como em qualquer dieta, é determinar a viabilidade de seu estilo de vida.

Um recente The Lancet Diabetes & Endocrinology O estudo mostrou que a perda de peso induzida por dieta normalmente leva a uma recuperação de 70% no peso. Portanto, encontrar qualquer tipo de plano de perda de peso que funcione melhor para você e não cause danos a você no futuro é a chave.

Há muitos métodos diferentes que se pode seguir com o jejum intermitente, mas Andres Ayesta, MS, RDN, nutricionista e especialista no campo do jejum, diz que a abordagem de restrição de tempo (TRF) é a melhor opção para adultos trabalhadores.

“Jejum das 9 da noite até cerca de 1 da tarde o dia seguinte funciona bem porque a maioria das pessoas já está pulando o café da manhã ou está comendo os pobres ”, diz Ayesta. Esta abordagem pode funcionar bem em torno de um dia de trabalho, mas Ayesta também enfatiza a importância de manter as necessidades alimentares em torno desta janela de alimentação restrita. Isso significa que a qualidade geral da Dieta das Marias e as escolhas alimentares habituais ainda importam durante o jejum intermitente e que você provavelmente não obterá o corpo dos seus sonhos enquanto estiver comendo nada além de hambúrgueres e batatas fritas. De fato, comer junk food em uma janela de alimentação condensada na dieta IF pode realmente colocá-lo em risco de um déficit de nutrientes essenciais, como cálcio, ferro, proteínas e fibras, todos essenciais para a função biológica normal. Além disso, consumir uma dieta rica em frutas e vegetais permite mais antioxidantes em seu corpo, o que, assim como os efeitos metabólicos do jejum intermitente, pode contribuir para uma maior longevidade!

Para começar, aqui está uma lista de horários típicos de jejum intermitente:

  • Jejum em dias alternados (ADF) – 1 dia de alimentação ad libitum (alimentação normal) alternada com jejum completo de 1 dia
  • Jejum alternativo modificado (FMDA) – alimentação ad libitum de 1 dia alternada com dieta de 1 dia com teor muito baixo em calorias (cerca de 25% da ingestão calórica normal)
  • 2/5 – Jejum completo em 2 dias da semana com 5 dias de alimentação ad libitum
  • 1/6 – jejum completo em 1 dia da semana com 6 dias de comer ad libitum
  • Tempo Restringindo a Alimentação (TRF) – Prova de 12 a 20 horas por dia (como prolongamento do jejum noturno) em cada dia da semana. “Janela de alimentação” de 4-12 horas

OK, então você tem as janelas de tempo para quando você pode comer, mas você provavelmente está se perguntando o que comer durante a sua jornada IF. Reunimos 20 dos melhores alimentos para criar o melhor guia alimentar em jejum intermitente que ajudará a evitar déficits de nutrientes!


Shutterstock

Um dos aspectos mais importantes da manutenção de um padrão alimentar saudável durante o jejum intermitente é promover a hidratação. Como ficamos sem combustível por 12 a 16 horas, a fonte de energia preferida do nosso corpo é o açúcar armazenado no fígado, também conhecido como glicogênio. Quando esta energia é queimada, desaparece um grande volume de fluidos e eletrólitos. Beber 8 xícaras de água por dia irá prevenir a desidratação e também promover um melhor fluxo sanguíneo, cognição e apoio muscular e articular durante o seu regime de jejum intermitente.

Café
Mike Marquez / Unsplash

Que tal uma xícara quente de Joe? Um Starbucks diário vai quebrar o jejum? É uma questão comum entre os novatos em fasters intermitentes, mas não se preocupe: o café é permitido. Porque em seu estado natural o café é uma bebida livre de calorias, pode até mesmo ser tecnicamente consumido fora de uma janela de alimentação designada, mas os xaropes, cremes ou aromas doces são adicionados, ele não pode mais ser consumido durante o tempo do jejum , então isso é algo para se lembrar se você geralmente toma sua bebida.

Grãos minimamente processados
Shutterstock

Carboidratos são uma parte essencial da vida e definitivamente não são o inimigo quando se trata de perda de peso. Como grande parte do seu dia será gasto em jejum durante essa Dieta das três Marias, é importante pensar estrategicamente sobre maneiras de obter calorias adequadas sem se sentir excessivamente cheio. Embora uma dieta saudável minimize os alimentos processados, pode haver um tempo e um local para itens como pães integrais, bagels e biscoitos, pois esses alimentos são mais rapidamente digeridos para obter combustível rápido e fácil. Se você pretende exercitar ou treinar regularmente durante o jejum intermitente, estes serão especialmente uma grande fonte de energia em movimento.

Framboesas
Shutterstock

Fibra – o material que mantém você regular – foi nomeado um nutriente deficiente pelas Diretrizes Dietéticas de 2015-2020, e um artigo recente em Nutrientes afirmou que menos de 10% das populações ocidentais consomem níveis adequados de frutas inteiras. Com 8 gramas de fibra por xícara, as framboesas são uma deliciosa fruta rica em fibras para mantê-lo regular durante a janela de alimentação encurtada.

Lentilhas
Shutterstock

Este superstar nutritivo contém um perfurador de alta fibra com 32% do total de necessidades diárias de fibra satisfeitas em apenas meio copo. Além disso, as lentilhas fornecem uma boa fonte de ferro (cerca de 15% de suas necessidades diárias), outro nutriente preocupante, especialmente para as fêmeas ativas que sofrem jejum intermitente.

Batatas
Shutterstock

Semelhante aos pães, as batatas brancas são digeridas com o mínimo de esforço do corpo e, se combinadas com uma fonte de proteína, são um lanche pós-treino perfeito para reabastecer os músculos com fome. Outro benefício que torna a batata um alimento importante para a dieta IF é que, uma vez resfriada, as batatas formam um amido resistente preparado para alimentar boas bactérias em seu intestino.

seitan
Shutterstock

A Comissão EAT-Lancet divulgou recentemente um relatório pedindo uma redução drástica das proteínas de origem animal para uma ótima saúde e longevidade. Um grande estudo ligou diretamente o consumo de carne vermelha ao aumento da mortalidade. Aproveite ao máximo seu jejum antienvelhecimento incorporando substitutos de proteína à base de plantas que se prolongam à vida como o seitan. Também conhecida como “carne de trigo”, esta comida pode ser batida, assada e mergulhada em seus molhos favoritos.

hummus lanche saudável com pão pita
Shutterstock

Um dos banhos mais cremosos e saborosos conhecidos pela humanidade, o homus é outra excelente proteína à base de vegetais e é uma ótima maneira de aumentar o conteúdo nutricional de alimentos básicos como sanduíches (apenas sub para maionese!) Se você for aventureiro o suficiente para fazer o seu próprio, não esqueça que o segredo da receita perfeita é o amplo alho e tahine.

Filé de salmão selvagem
Caroline Attwood / Unsplash

Se o seu objetivo é ser um membro do clube centenário, você pode querer ler as Zonas Azuis. Estas cinco regiões geográficas da Europa, América Latina, Ásia e EUA são bem conhecidas por escolhas alimentares e de estilo de vida ligadas à longevidade extrema. Um alimento comumente consumido nessas zonas é o salmão, que é rico em ácidos graxos ômega-3, estimulantes do cérebro, EPA e DHA.

Soja
Shutterstock

Como se precisássemos de outra desculpa para fazer um aperitivo no sushi bar, as isoflavonas, um dos compostos ativos da soja, demonstraram inibir o dano celular induzido por UVB e promover o anti-envelhecimento. Então, da próxima vez que você fizer um jantar, impressione seus convidados com uma deliciosa receita de soja!

Multivitaminas
Shutterstock

Um dos mecanismos propostos por trás do porquê da perda de peso se deve ao fato de que o indivíduo simplesmente tem menos tempo para comer e, portanto, come menos. Embora o princípio da energia em relação à energia out seja verdade, algo que não é frequentemente discutido é o risco de deficiências de vitaminas, enquanto em um déficit calórico. Embora um multivitamínico não seja necessário com uma dieta balanceada de muitas frutas e vegetais, a vida pode ficar agitada e um suplemento pode ajudar a preencher as lacunas.

Smoothies de perda de peso de frutas de vegetais
Shutterstock

Se um suplemento diário não parecer atraente, experimente tomar uma dose dupla de vitaminas criando smoothies caseiros recheados com frutas e vegetais. Smoothies são uma ótima maneira de consumir vários alimentos diferentes, cada um embalado com diferentes nutrientes essenciais.

Dica rápida: comprar congelado pode ajudar a economizar dinheiro e garantir a máxima frescura.

Copo de leite
Shutterstock

A ingestão recomendada de cálcio para um adulto é de 1.000 miligramas por dia, ou em linguagem simples, 3 xícaras de leite por dia. Com uma janela de alimentação reduzida, as oportunidades de beber muito podem ser escassas e, por isso, é importante priorizar alimentos com alto teor de cálcio. O leite fortificado com vitamina D aumenta a absorção de cálcio pelo corpo e ajuda a manter os ossos fortes. Para aumentar a ingestão diária de cálcio, você pode adicionar leite a smoothies ou cereais, ou até mesmo apenas beber com as refeições. Se você não é fã da bebida, fontes não lácteas com alto teor de cálcio incluem tofu e produtos de soja, além de folhas verdes como couve.

Vinho tinto e jarra
Shutterstock

Um copo de vinho e uma noite de sono de beleza podem manter a cabeça girando, já que o polifenol encontrado nas uvas tem efeitos antienvelhecimento distintos. Sabe-se que os humanos têm uma das classes de enzimas SIRT-1, que se pensa agir sobre o resveratrol na presença de um déficit calórico para aumentar a sensibilidade à insulina e a longevidade.

Blueberries frescas de plástico pint
Shutterstock

Não deixe seu tamanho em miniatura enganá-lo: os mirtilos são a prova de que coisas boas vêm em pacotes pequenos! Estudos mostraram que longevidade e juventude são resultado de processos anti-oxidativos. Mirtilos são uma grande fonte de antioxidantes e mirtilos selvagens são ainda uma das maiores fontes de antioxidantes. Antioxidantes ajudam a livrar o corpo dos radicais livres e evitar danos celulares generalizados.

Mamão
Shutterstock

Durante as últimas horas do seu jejum, você provavelmente começará a sentir os efeitos da fome, principalmente ao iniciar o jejum intermitente. Esse “cabide” pode, por sua vez, fazer com que você coma em excesso em grandes quantidades, deixando você sentindo-se inchado e letárgico minutos depois. Mamão possui uma enzima única chamada papaína que atua sobre proteínas para quebrá-las. Incluindo pedaços desta fruta tropical em uma refeição rica em proteínas pode ajudar a facilitar a digestão, tornando qualquer inchaço mais gerenciável.

Tigela de nozes
Shutterstock

Faça espaço na tábua de queijos para uma variedade mista, porque nozes de todas as variedades são conhecidas para livrar a gordura corporal e prolongar a sua vida. Um estudo prospectivo publicado no British Journal of Nutrition mesmo associado consumo de nozes com um risco reduzido de doença cardiovascular, diabetes tipo 2 e mortalidade global.

ghee
Shutterstock

Claro, você já ouviu falar que um fiozinho de azeite de oliva tem grandes benefícios para a saúde, mas existem muitas outras opções de óleo que você pode usar também. Você não quer aquecer um óleo com o qual está cozinhando além de seu ponto de fumo, então da próxima vez que você estiver na cozinha preparando uma frigideira, considere usar o ghee como seu óleo de escolha. Basicamente apenas manteiga clarificada, tem um ponto de fumaça muito maior, tornando-se uma ótima opção para pratos quentes.

Molho de salada
Shutterstock

Assim como sua avó manteve sua cozinha saudável e simples, você deve quando se trata de molhos de salada e molhos. Quando optamos por fazer nossos próprios curativos simples, aditivos indesejáveis ​​e açúcar extra são evitados. Na verdade, de acordo com este artigo Dihub em um jornal dermatológico, o açúcar pode estar acelerando o processo de envelhecimento mais do que qualquer outro ingrediente, degradando as ligações cruzadas de fibras de colágeno em nossa pele.

Suplemento aminoácido de cadeia ramificada
Shutterstock

Um suplemento final aprovado pela FI é o BCAA. Enquanto esta ajuda de construção muscular é mais benéfica para o indivíduo que gosta de cardio fasted ou treinos duros no início da madrugada, pode ser consumido durante todo o dia (jejum ou não) para evitar que o corpo entre em estado catabólico e preservar massa muscular magra. Nota: Se você optar por seguir um padrão de dieta vegana, este suplemento pode estar fora dos limites, já que a maioria é proveniente de penas de pato.

Receba 5 brindes quando você se inscrever!

Veja, sinta e viva muito enquanto entra no caminho para uma saúde melhor com o novo Eat This, Not That! Revista do Segredo da Saúde.

20 refeições para atingir a quantidade de fibra necessária por dia

Enquanto a maioria dos adultos tem em sua ingestão de fibras em cerca de 15 gramas por dia, quanto de fibras por dia você deve estar comendo? De acordo com USCF Health, a quantidade sugerida de fibra diária é agora de 25 a 29 gramas, com base nos resultados de novas pesquisas publicadas em The Lancet. O estudo constatou que os participantes que consumiram mais fibras dietéticas por dia também tiveram um peso corporal menor, juntamente com níveis mais baixos de pressão arterial e colesterol, em média. O USDA até ajustou sua recomendação de ingestão de fibra para 28 gramas por dia, então há uma boa chance de você ter que aumentar seu consumo de fibra, certo?

É hora de começar a fazer ajustes em sua dieta e, embora esses números pareçam altos, se você se concentrar em comer alimentos integrais naturalmente ricos em fibras, como frutas, verduras e grãos não refinados, pode atingir sua meta diária de fibras antes do jantar. exitos.

Reunimos 20 combinações de refeições e lanches aprovados por nutricionistas de alimentos ricos em fibras que você pode ingerir todos os dias para chegar a essa sugestão de 28 gramas. E não se preocupe, você pode incluir fibras em todas as suas opções, mas ainda preparar refeições criativas e deliciosas.

Cada opção abaixo contém pelo menos 7 gramas de fibra por refeição. Nós dividimos em café da manhã, almoço, lanches e jantar. Se você escolher uma opção de cada categoria ao longo do dia, estará no caminho certo para atingir sua recomendação de fibra de 28 gramas por dia.

Idéias de pequeno-almoço de alta fibra


Shutterstock

Fibra: 11,5 gramas

Torradas com manteiga de amendoim podem ser um café da manhã energizante e satisfatório – se você escolher o pão e a propagação corretos. O pão que tem mais conteúdo de fibra será rotulado “100% de grãos integrais” em vez de apenas “trigo” ou “multigrain”.

“Cubra com 1 colher de manteiga de amendoim natural, onde o único ingrediente deve ser amendoim (cerca de 1,5 gramas de fibra), 1 colher de sopa de sementes de chia (4 gramas de fibra) e 1/2 xícara de bagas (cerca de 3 gramas de fibra)” diz Amanda Baker Lemein, MS, RD, para um total de 11,5 gramas de fibra.

Coma isso!

Dave's Killer Bread 21 Fatias finas integrais (3 g de fibra por fatia)
COMPRAR AGORA NA AMAZÔNIA

Aveia de corte de aço nozes maçãs verdes canela mel
Shutterstock

Fibra: 9 gramas

Cozinhar farinha de aveia, especialmente aveia de corte de aço integral, é outra opção cheia de fibra inteligente para o café da manhã. Aveia cortada em aço é menor no índice glicêmico do que, digamos, pacotes de farinha de aveia instantânea que são carregados com açúcar adicionado, então essa opção não vai aumentar o seu nível de açúcar no sangue. “Adicione ½ xícara de maçãs em cubos e algumas nozes em fibra extra (9 gramas no total)”, diz Abbie Gellman, MS, RD, CDN, membro do Conselho Consultivo de Ciências da Jenny Craig.

Abacate e ovo torradas
Ben Kolde / Unsplash

Fibra: 9 gramas

Se você gosta mais de uma refeição saborosa do dia, o brinde de abacate é o caminho a percorrer, diz Jen Silverman, MS, CNS, NLC. “Uso uma fatia de pão de Ezequiel porque me sinto melhor quando como grãos antigos e evito trigo processado, juntamente com ⅓ abacate amassado, um ovo e 1 colher de sopa de salsa, ou uma pitada de molho picante ou flocos de pimenta (9 gramas de fibra). total), ”diz Silverman. O alto teor de fibras do abacate em si e do pão integral é óbvio, e o calor do molho quente (ou flocos de pimenta) tem propriedades que aumentam o metabolismo, acrescenta.

Coma isso!

Ezequiel 4: 9 Pão de grãos inteiros germinados (3 gramas de fibra por fatia)
COMPRAR AGORA NA AMAZÔNIA

Ovos mexidos com legumes
Shutterstock

Fibra: 7 gramas

Outra opção de pequeno-almoço saboroso sólido é um ovo scramble ou frittata, ea fibra é principalmente proveniente dos legumes que você adicionar a ele. Refogue 1 xícara de vegetais misturados, como espinafre, abobrinha e pimentão, misture-os com ovos batidos e misture em uma frigideira ou leve ao forno, diz Gellman. Esta refeição mede até cerca de 7 gramas de fibra.

Smoothie verde couve espinafre banana de manteiga de amêndoa
Shutterstock

Fibra: 10 gramas

Talvez você nem mesmo tenha tempo para preparar um café da manhã todas as manhãs, mas ainda assim você não deve pular a refeição e seu conteúdo de fibras. Experimente um smoothie (que você pode até preparar na noite anterior e levar em movimento), que pode, com os ingredientes certos, ter até 10 gramas de fibra. “Minha receita favorita inclui um punhado de espinafre, um punhado de couve, uma banana, 1 colher de chá de sementes de cânhamo, 1 colher de chá de canela, 1 colher de sopa de manteiga de amêndoa crua e 1 xícara de leite de califórnia”, diz Silverman.

Idéias de almoço de alta fibra

Salada do chefe
Shutterstock

Fibra: 11 gramas

O almoço é principalmente uma refeição que você faz as malas antecipadamente e leva para o trabalho ou para a escola, então não há motivo para você não pensar ainda mais em fazê-lo cheio de fibras. Se você for preparar uma salada para levar consigo, por exemplo, certifique-se de que é saudável. Você pode fazer isso usando todos os vegetais que não contêm amido, diz Baker Lemein, como verduras mistas, espinafre, rúcula, pepinos e brócolis. Duas xícaras de que será igual a 5 a 7 gramas de fibra. Além disso, se você adicionar ½ xícara de grão de bico, isso embala outros 4 gramas de fibra. Em seguida, escolha uma proteína magra como atum, salmão ou frango e um ovo cozido. Termine a salada com 2 colheres de sopa de queijo ralado ou nozes fatiadas, e 1 colher de sopa de azeite mais um pouco de vinagre, ela sugere, para um total de cerca de 11 gramas de fibra.

Tigela de ponche de couve-flor
Shutterstock

Fibra: 8 gramas

Mesmo se você está empacotando o almoço, você pode ficar ainda mais criativo – e exótico – com suas escolhas, se quiser. Tente fazer uma tigela caseira, Silverman sugere, com 1-2 xícaras de couve-flor, que você pode raspar a si mesmo ou comprar já triturada (2 gramas de fibra por xícara), com uma pitada de coco Aminos de Bragg, 1 xícara de repolho roxo picado (2 gramas de fibra), ½ xícara de cenoura picada (2 gramas de fibra), 1 xícara de pepino picado (cerca de 1 grama de fibra), camarão gigante e raspas de coco. Adicione ainda mais fibra (e vitamina C) com algas torradas ou Nori (1 grama de fibra por folha), para um total de 8 gramas de fibra por taça, diz Silverman.

Pimentão veggie
Shutterstock

Fibra: 7 gramas

Misture uma sopa vegetariana ou guisado para toneladas de fibra que você pode facilmente preparar a refeição para a semana também. “Se você estiver cozinhando em casa, a melhor maneira de garantir pelo menos 7 gramas de fibra é garantir que cada porção de 1 xícara contenha pelo menos uma xícara de uma variedade de grãos, como feijão preto. , feijão branco ou grão de bico, além de uma mistura de legumes, como pimentão e tomate, e proteína magra, como frango ou peru ”, diz Gellman. “Cobrir a tigela com ⅓ de um abacate também pode ajudar a fibra”, acrescenta ela. Ou, se você está com pressa e não consegue preparar a sopa, experimente fazer essa receita de frango com feijão branco Jenny Craig (6 gramas de fibra por porção), diz ela.

Taça Burrito Vegetariana
Shutterstock

Fibra: 8 gramas

Você pode criar sua própria versão de uma tigela de burrito em seu restaurante mexicano favorito, e ela terá muito mais fibra. “Adoro as tigelas de vegetais da Green Giant Fresh, e a tigela de burrito é uma das minhas favoritas. Tudo o que você precisa fazer é aquecer os legumes e o molho e adicionar proteína e outras coberturas para uma refeição completa ”, diz Baker Lemein. Adicione 3 a 4 onças de proteína de frango ou magra, ¼ de abacate (4 gramas de fibra) e 2 colheres de sopa de salsa para completar a refeição (8 gramas de fibra no total).

Coma isso!

Tigela de Burrito Fresca Verde Gigante (4 gramas de fibra cada)
COMPRAR AGORA NA AMAZÔNIA

Espinafre, noz, quinoa, craisin, salada
Shutterstock

Fibra: 8-10 gramas

Lidere com vegetais e grãos integrais como base de sua salada para obter a quantidade ideal de fibras. “Construa um usando camadas de verduras, grãos integrais como quinoa ou arroz integral e uma variedade de vegetais, depois adicionando leguminosas como feijão ou lentilhas”, diz Gellman. Para medições, vá para 2 a 3 xícaras de legumes e ½ xícara de grãos, para cerca de 8-10 gramas de fibra total.

Idéias de Lanches de Alta Fibra

Torrada de batata doce
Shutterstock

Fibra: 12 gramas

Para um lanche rico em fibras, que tenha elementos doces e salgados, escolha uma torrada de batata doce. Comece por fazer tortas de batata-doce a 400 graus por 18 a 20 minutos, diz Silverman. Sua cobertura é de iogurte grego e amoras, que têm mais fibras do que outras frutas silvestres. “Depois de esfriarem, dê quatro voltas (4 gramas de fibra), cubra-as com iogurte grego e polvilhe uma xícara de amoras entre as quatro rodadas (8 gramas de fibra), para um total de 12 gramas de fibra. ,” Ela explica.

Barra de proteína nut
Shutterstock

Fibra: 7 gramas

Como sempre, é importante estar ciente dos rótulos nutricionais ao comprar alimentos embalados, especialmente observando o teor de açúcar adicionado. Baker Lemein recomenda um RX Kids Bar (3 gramas de fibra), mais ¼ de xícara de castanhas assadas (4 gramas de fibra) se você não tiver tempo suficiente para preparar um lanche completo – a maioria das variedades tem pelo menos 3 gramas de fibra; são adoçados naturalmente por datas e nozes em vez de açúcar de cana.

Coma isso!

RX Kids Bar, Manteiga de Amendoim e Gelatina (3 gramas de fibra)
COMPRAR AGORA NA AMAZÔNIA

Cenouras de aipo Hummus
Shutterstock

Fibra: 8-10 gramas

Uma opção de lanche fácil que você nunca pode dar errado é com hummus e dippers vegetais, diz Gellman. Entre os vegetais de 1 xícara, e a proteína e fibra de 1 a 2 colheres de sopa do grão-de-bico, você pode acumular 8 a 10 gramas de fibra.

Maçãs nozes
Shutterstock

Fibra: 8 gramas

Outro simples lanche que vale 8 gramas de fibra é uma maçã pequena (4 gramas de fibra) e ¼ xícara de nozes torradas, como amêndoas (4 gramas de fibra, mais proteína). A combinação de proteína e fibra é o que mantém você ocupado durante a tarde, diz Baker Lemein.

Iogurte de coco com granola
Shutterstock

Fibra: 7 gramas

Se você está desejando um lanche mais doce, mas não quer exagerar no açúcar, experimente o iogurte grego com algumas frutas mistas (cerca de 3 a 4 gramas por porção de ½ xícara) e uma granola com menos açúcar, Gellman. diz. Além disso, procure por granolas embaladas com aveia integral e sementes como chia ou sementes de linho para se certificar de que eles são ricos em fibras, em vez de frutas secas ou chocolate, que pode aumentar o teor de açúcar.

Coma isso!

TIPO Saudável Grãos Clusters Vanilla Mirtilo Clusters com Sementes de Linho (4 gramas de fibra por ⅓ xícara de servir)
COMPRAR AGORA NA AMAZÔNIA

Idéias de jantar de alta fibra

Grão de bico macarrão ratatouille abobrinha tomate cereja berinjela
Shutterstock

Fibra: 13 gramas

“Um jantar na minha rotação semanal de refeições é o ratatouille caseiro, com almôndegas de peru moído e ½ xícara de massa de grão-de-bico (13 gramas de fibra). Eu faço meu ratatouille em cubos de abobrinha, abóbora, berinjela, cebola e tomate estufado (3 gramas de fibra), depois assando-os com azeite, manjericão, orégano e sal marinho ”, diz Silverman. “A massa de grão-de-bico é rica em fibras, com 13 gramas por porção, além de 25 gramas de proteína, tornando-a a alternativa perfeita, saudável e com baixo teor de carboidratos para seu jantar italiano padrão”, acrescenta ela.

Coma isso!

Massa Banza Grão de Bico Rotini (13 gramas de fibra por porção de ½ xícara)
COMPRAR AGORA NA AMAZÔNIA

Pacote de pergaminho de abobrinha de salmão cenoura
Shutterstock

Fibra: 8 gramas

O jantar pode ser facilmente jogado no forno enquanto você faz outras coisas, e ainda pode ser nutritivo e cheio de fibras. Em um pedaço de folha de estanho ou papel manteiga, adicione um pedaço de peixe branco, juntamente com legumes em cubos, como batata-doce, ervilhas, pimentões e cebolinha e misture com azeite, sal e pimenta, limão e ervas, diz Gellman. Asse o pacote selado no forno por apenas cerca de 15 minutos a 375 graus, e há toda a sua refeição, todos os 8 gramas de fibra no valor.

Veggie stir fry
Shutterstock

Fibra: 9 gramas

No seu wok ou frigideira, você pode criar uma refeição sizzling com até 9 gramas de fibra. Basta adicionar ½ xícara de arroz integral cozido (2 a 3 gramas de fibra), 1 a 2 xícaras de brócolis salteados, ervilhas, cebolas e pimentas (3 a 6 gramas de fibra), 1 colher de sopa de molho de soja, 1 colher de sopa de sriracha e 3 a 4 onças de sua proteína magra favorita, como frango, camarão ou tofu. “Este refogado se une muito rapidamente e depende de uma base de alimentos ricos em fibras para produzir um grande volume de alimentos, com muito poucas calorias e muitos nutrientes”, diz Baker Lemein.

Refeição folha de frango veggie
Shutterstock

Fibra: 8 gramas

Tão simples como a refeição de pacote de folha, um prato similarmente cheio de fibra pode ser feito tudo em uma panela de folha. A principal proteína é coxas de frango, temperada com azeite, sal e pimenta, e ervas como alecrim e tomilho, e a fibra vem com 1 xícara de batata doce e 1 xícara de brócolis (8 gramas no total). “Asse tudo junto em uma panela em aproximadamente 400 graus por 30 minutos, lançando no meio do cozimento”, diz Gellman.

Salmão com legumes e feijão
Shutterstock

Fibra: 22 gramas

Para um jantar rico em Omega-3, experimente o salmão, preparado apenas com limão e azeite frescos, diz Silverman. Em seguida, ela adiciona toneladas de ingredientes cheios de fibras para tornar a refeição mais saborosa – 22 gramas, para ser exato. “Eu emparelhei com ¼ xícara de lentilhas vermelhas (14 gramas de fibra), cozido em caldo de galinha para dar sabor extra, e 2 xícaras de brócolis, torradas em azeite e sal marinho (8 gramas de fibra)”, sugere ela.

Coma isso!

Lentilhas Vermelhas Red Mill do Bob (14 gramas de fibra por ¼ de xícara servindo)
COMPRAR AGORA NA AMAZÔNIA

Receba 5 brindes quando você se inscrever!

Veja, sinta e viva muito enquanto entra no caminho para uma saúde melhor com o novo Eat This, Not That! Revista.